Veja qual é a próxima atração do Música no Parque


Foto: Divulgação

Depois da batida afro do Ilê Aiyê e do forró de Genard, agora é a vez do afrobeat da banda Ifá assumir o palco do Música no Parque. A apresentação acontece no próximo dia 5 de agosto, a partir das 17h, no Parque Costa Azul, em Salvador. A abertura fica por conta do DJ El Cabong. Comemorando o quarto aniversário, a banda instrumental Ifá – cujo nome representa o oráculo africano e a sigla para junção inventiva entre Ijexá, funk e afrobeat– integra um movimento independente quem vem ressignificando o cenário musical baiano.

Depois de se apresentar em eventos como Festival de Jazz Salvador, XXI Festival de Música Instrumental da Bahia, Radioca, Batida Afro (Brasília/DF), RecBeat (Recife/PE), a Ifá foi um dos destaques do Prêmio Caymmi de Música em 2016, ganhando o troféu de revelação.

Em 2016, a banda lançou o álbum ‘Ijexá Funk Afrobeat’. São oito composições do grupo, além da faixa ‘Quintessência’, concebida e presenteada pelo maestro Letieres Leite, fundador da Orquestra Rumpilezz. O disco também tem as participações do percussionista Gabi Guedes, dos guitarristas Robertinho Barreto e Junix, Baiana System, e do trompetista Guiga Scott.

No show, um repertório autoral inspirado na diversidade musical de matriz africana e suas conexões com a Bahia contemporânea. Mergulhando no universo do afrobeat, dub, reggae, funk e no ritmo do ijexá, dos blocos afro e afoxés da Bahia, a Ifá ratifica a importância da música como elo histórico entre as culturas negras da diáspora, fazendo do seu discurso um manifesto de afirmação e estética.

O Música no Parque é apresentado pela Oi e Governo da Bahia, com patrocínio do GBarbosa, por meio do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura). O projeto tem apoio do Oi Futuro, Do Bem Bebidas Verdadeiras, TVE, Educadora FM e da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur). É uma realização da Caderno 2 Produções, em parceira com Polo Cultural.

PODE LHE INTERESSAR