Vale a pena antecipar o Saque Aniversário do FGTS?

Vale a pena antecipar o Saque Aniversário do FGTS?
Vale a pena antecipar o Saque Aniversário do FGTS? – Foto: Reprodução

Vale a pena antecipar o Saque Aniversário do FGTS?.

Desde 2019, os trabalhadores podem aderir ao saque-aniversário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que permite uma retirada anual dos valores das contas do fundo.

>>Saiba como consultar lucro do FGTS; dinheiro está na conta

Para quem escolheu essa modalidade, alguns bancos do país possibilitam a antecipação de até cinco saques de uma só vez.

Apesar da facilidade, a educadora financeira Cintia Senna faz um alerta para quem pretende utilizar esse serviço. “As pessoas precisam saber que essa antecipação nada mais é do que um empréstimo”, diz.

Ou seja, assim como nas demais operações de crédito, há cobrança de juros, impostos e outras taxas.

>>Saque-aniversário do FGTS pode ser antecipado com parcela de até R$ 2.900

De acordo com uma simulação feita pela especialista a pedido do Agora, um trabalhador nascido em dezembro e com R$ 10 mil de saldo no FGTS poderia, em três anos, retirar R$ 6.466 pelo saque-aniversário. Se essa mesma pessoa fizer a antecipação a uma taxa de 1,99% ao mês mais IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), vai poder sacar somente R$ 4.963,93.

Para poder contrair o empréstimo, o solicitante precisa ter o mesmo valor no saldo das contas do fundo. Esse dinheiro será a garantia do banco credor e, por esse motivo, algumas instituições financeiras disponibilizam a antecipação do FGTS para negativados.

Durante o pagamento, o valor que o cliente receberia no saque-aniversário vai direto para o banco credor. Assim, ao término do contrato, o trabalhador não terá valores pendentes a pagar.

>>Aprenda como identificar o aplicativo correto do Auxílio Brasil; fuja do golpe

Para quem pretende utilizar esse crédito, Cintia sugere refletir sobre a necessidade do dinheiro. “Teria que ter uma necessidade muito extrema para olhar para esse tipo de empréstimo e fazer a adesão. Se for simplesmente para pagar conta que está em atraso ou dívida do dia a dia não é interessante. É preciso se questionar: isso vai resolver o problema ou vai ser paliativo?”.

A educadora financeira Fernanda Melo, da Planejar, também orienta ao consumidor que, ao cogitar a antecipação, leve em conta a finalidade original do fundo. “O FGTS, como o próprio nome diz, tem a função de garantir o poder de compra numa situação de emergência”, diz. Quem adere ao saque-aniversário não poderá fazer o saque após uma demissão sem justa causa. Só poderá ter acesso aos 40% de multa que são pagos pelo empregador.

>>Teto do INSS pode ultrapassar R$ 7 mil com nova estimativa; entenda

Vale destacar que a taxa cobrada pelos bancos por esse empréstimo é maior do que o rendimento do FGTS, que em 2020 foi de cerca de 0,4% ao mês. A menor taxa cobrada encontrada pelo Agora foi de 0,99%.

COMO FUNCIONA O SAQUE ANIVERSÁRIO

A cada ano, o trabalhador que aderiu a essa modalidade pode retirar uma parte do dinheiro de suas contas do fundo. O valor liberado depende do saldo que a pessoa tem no FGTS

TABELA fgts

Por exemplo: se o trabalhador possui R$ 800, poderá sacar 40% (R$ 320) mais a parcela fixa de R$ 50, totalizando R$ 370. Se a pessoa tiver R$ 12 mil, conseguirá pegar 15% disso (R$ 1.800) mais parcela fixa de R$ 1.150, o que dá a soma de R$ 2.950.

>>

COMO FUNCIONA A ANTECIPAÇÃO

Ao fazer essa opção, o trabalhador pode antecipar as próximas parcelas do saque-aniversário. O número de parcelas varia de acordo com cada instituição financeira, bem como os valores.

Para fazer a antecipação, o solicitante precisa ter aderido ao saque-aniversário e possuir saldo suficiente para a operação;

Na data do aniversário, quando a pessoa receberia o saque-aniversário, o valor vai direto para o banco em que a contratação foi feita;

A antecipação precisa ser previamente autorizada pelo cidadão no aplicativo ou no site oficial do FGTS;

VANTAGENS

Ao término do empréstimo, o trabalhador não fica devendo, já que todas as parcelas já foram pagas automaticamente

Por ser uma renda garantida ao banco credor, muitas instituições oferecem esse tipo de empréstimo a negativados

A taxa de juros é inferior à média dos empréstimos convencionais

>>

DESVANTAGENS

Quem adere ao saque-aniversário (independentemente de optar ou não pela antecipação) não poderá sacar a grana do fundo após uma demissão. Porém, a multa de 40% em caso de desligamento sem justa causa é mantida

O trabalhador não irá receber as parcelas do saque-aniversário enquanto o empréstimo não estiver quitado

A antecipação é como qualquer empréstimo – ou seja, há aplicação de taxas. Por isso, o trabalhador que optar por esse crédito vai receber menos dinheiro do que receberia normalmente.

CONDIÇÕES

Caixa Econômica Federal

É possível antecipar até três saques
O valor total mínimo do empréstimo é de R$ 2.000 e o valor de cada saque a ser antecipado deve ser igual ou maior que R$ 300
A data do crédito do último saque a ser antecipado não pode ultrapassar o limite de 999 dias a contar da contratação do empréstimo
Juros: 1,09% ao mês (o banco não informou o custo efetivo total)- Banco do Brasil
É possível antecipar até três saques
O valor total do empréstimo varia entre R$ 1.000 e o máximo calculado para o solicitante
Juros: a partir de 0,99% ao mês (custo efetivo total a partir de 16,54% ao ano)

BMG

É possível antecipar até cinco saques
Custo efetivo total: 2,10% ao mês e 28,8% ao ano
O dinheiro é liberado em até dois dias úteis-

Banco PAN

É possível antecipar até cinco saques
O valor mínimo da antecipação é de R$ 500
Taxa de juros de 1,99% ao mês (o custo efetivo total não foi informado)
O valor contratado é liberado em até um dia útil-

Mercantil do Brasil

É possível antecipar até cinco saques
A taxa de juros varia entre 0,99% e 1.99% ao mês (o custo efetivo total não foi informado)

EXEMPLO

Um trabalhador nascido em dezembro e com saldo de R$ 10 mil no fundo poderia, em três anos, pegar R$ 6.466 pelo saque-aniversário

Se essa mesma pessoa optar por uma antecipação com taxa de juros de 1,99% mais IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras), poderá retirar somente R$ 4.963,93.

Fontes: FOLHAPRESS

PODE LHE INTERESSAR