Tomei esses 10 chás potentes para emagrecer e veja o que aconteceu

Tomei esses 10 chás potentes para emagrecer e veja o que aconteceu
Tomei esses 10 chás potentes para emagrecer e veja o que aconteceu

Tomei esses 10 chás potentes para emagrecer e veja o que aconteceu.

Os chás podem ser ótimos aliados para quem quer perder peso. Além disso, oferecem diversos benefícios à saúde, proporcionando um bom funcionamento do organismo. Tudo vai depender dos ingredientes utilizados no preparo e da forma como eles são feitos. Para ajudar na escolha, listamos os 10 melhores chás para emagrecer que eu tomei e me ajudou a emagrecer. Confira abaixo.

Veja 10 chás potentes para emagrecer

1. Chá de abacaxi

Segundo a nutricionista Paula dos Santos Ribeiro, o abacaxi é um potente diurético, e o chá feito com sua casca ajuda nesse processo natural de eliminar toxinas e, consequentemente, desinchar o corpo.

Para prepará-lo, retire toda a casca de um abacaxi e ferva este ingrediente em 1 litro de água. Ao final do processo, podem ser acrescentados também outros ingredientes que potencializam o resultado, como hortelã, canela em pau, cravo-da-Índia e até gengibre, dando também um toque “diferentão” no sabor da bebida.

Contraindicações: conforme explica a nutricionista, é importante evitar o consumo do chá de abacaxi após as 18 horas, já que isso pode interferir no sono. Além disso, ele também não é indicado para pessoas hipertensas nem para mulheres que amamentam ou que estão amamentando.

2. Chá 30 ervas

Receita antiga para emagrecer, o chá 30 ervas promete bastante: secar até 10 kg em um mês.

Para prepará-lo, basta adicionar 3 colheres de sopa da mistura pronta em 1 litro de água fervente, sendo essa é quantidade recomendada para o consumo diário, dividido em pequenas porções.

Contraindicações: ainda que pareça milagroso, esse chá – como muitos outros – tem contraindicações. Pessoas que sofrem de problemas como gastrite, mioma, infecções no intestino, tendência à hemorragia ou têm pressão baixa não devem consumi-lo, bem como mulheres que estão grávidas.

3. Chá amarelo

Conhecido como um primo-irmão do chá verde, o chá amarelo é um grande aliado tanto de quem quer perder peso tanto de quem quer levar uma vida mais saudável.

Para prepará-lo, basta misturar algumas colheres de sopa dele a 1 litro de água fervente.

Contraindicações: por conter cafeína, ele não deve ser consumido tarde da noite sob o risco de causar insônia, nem por pessoas hipertensas pois pode acelerar o ritmo cardíaco. Na presença de problemas de saúde crônicos como diabetes ou de suspeita de gravidez, o mais aconselhável é questionar um médico sobre poder ou não consumir este chá.

4. Chá de amora

A nutricionista Fernanda Odebrecht Tonelli explica que a bebida feita com as folhas desta fruta tem fibras e leveduras, que facilitam o processo de digestão e melhoram o funcionamento do intestino, promovendo então o efeito de desinchar o corpo. Acompanhado de uma dieta balanceada, o chá de amora promete eliminar até 1,5 kg por semana.

De acordo com a nutricionista, a forma correta de se preparar o chá de amora é acrescentar de 3 a 5 folhas de amora em 1 litro de água fervente. Ele pode então ser consumido ao longo do dia em que foi preparado, tanto quente quanto em temperatura ambiente.

Contraindicações: não há nenhuma contraindicação formal a respeito do consumo deste chá, mas é indicado que mulheres grávidas busquem informações diretamente com o médico antes de bebê-lo.

5. Chá de cavalinha

O chá de cavalinha é mais conhecido por ser um potencial chá emagrecedor. Para prepará-lo, basta ferver 500 ml de água, desligar o fogo e adicionar duas colheres de sopa do chá, abafando a mistura por cerca de cinco minutos antes de coar e beber ao longo do dia. Se quiser turbinar a receita, também dá para juntar 250 ml de chá de cavalinha, 1 rodela de abacaxi e folhas de hortelã a gosto, tudo batido no liquidificador. Esses ingredientes são estimulantes da digestão.

Contraindicações: o chá de cavalinha deve ser evitado por pessoas que têm problemas de alteração na pressão arterial (hipotensão e hipertensão), mulheres que estão grávidas e pessoas que já tomam medicamentos diuréticos.

6. Chá de dente-de-leão

O chá de dente-de-leão é uma boa bebida emagrecedora porque, segundo a nutricionista Alessandra Almeida, ele auxilia na limpeza do trato digestivo, fazendo com que o intestino e o fígado eliminem toxinas responsáveis por causar inchaço e acumular gordura.

Conforme explica a especialista, esta bebida deve ser preparada com a erva seca, fazendo com ela uma infusão na água quente e não fervida por cerca de três minutos. De acordo com ela, o ideal é tomar até 5 xícaras por dia. Para tirar o sabor amargo da erva, acrescente canela, gengibre, limão, hortelã ou abacaxi.

Contraindicações: para quem tem problemas como cálculos renais ou biliares, úlceras estomacais, pressão alta ou mulheres grávidas, o melhor é evitar o chá de dente-de-leão.

O gengibre é uma raiz que pode auxiliar no processo de emagrecimento – especialmente em forma de chá. Uma das formas de preparar é esquentar 1 xícara de água com 4 rodelas de gengibre (sempre usando o ingrediente natural) e desligar antes de levantar fervura.

Contraindicações: ainda que seja útil tanto para o processo de emagrecimento quanto para a saúde do corpo em geral, a nutricionista Alessandra Carneiro afirma que consumir gengibre em demasia pode gerar desconforto estomacal e intestinal. Fora isso, ele não oferece riscos a pessoas saudáveis, mas pode fazer mal para quem tem pressão alta, sofre de gastrite, e para mulheres gestantes.

8. Chá de hibisco

O Hibisco pode ajudar a emagrecer por motivos bem parecidos com os de outros chás: ele queima calorias e gordura pelo corpo.

Para preparar esse tão benéfico chá, é preciso misturar 1 litro de água fervida e 2 colheres de sopa de hibisco, podendo ser potencializada com ingredientes como gengibre e canela. Por possuir efeito diurético, não é aconselhável consumir essa bebida em excesso, sendo o ideal não ultrapassar a medida de 500 ml por dia.

Contraindicações: ainda que seja benéfico, alguns grupos de pessoas não devem fazer uso do chá de hibisco, como gestantes, mulheres que querem engravidar, mulheres que fazem uso de anticoncepcionais oral, pessoas que sofrem com problemas estomacais e que têm pressão baixa.

9. Chá preto

Assim como outros tipos de chá citados, o tão conhecido chá preto possui poucas calorias e acelera o metabolismo, fazendo com que ele queime gordura mais rapidamente.

Para prepará-lo, basta fazer uma infusão da erva pura, também encontrada em casas de produtos naturais, em água fervida e consumi-lo. É possível também acrescentar limão na receita, complementando o sabor da erva.

Contraindicações: Por conter cafeína, esse chá é contraindicado para grávidas e lactantes. Além disso, também não é uma boa ideia que pessoas hipertensas, úlceras ou que sofrem de insônia façam uso deste chá.

10. Chá verde

Bem como outros chás, o chá verde – bastante conhecido como bebida que ajuda na dieta – é termogênico. Então, ele é responsável por acelerar o metabolismo e proporcionar uma queima calórica mais rápida e eficiente.

Fora isso, esse chá também pode ajudar a aliviar o estresse e prevenir o envelhecimento precoce da pele. Na receita, é comum incluir também gengibre e, para prepará-la, basta ferver 1 litro de água e depois colocar 2 colheres de sopa de chá verde, um pouco de gengibre descascado e 1 pau de canela.

Fonte: MARIANA BUENO / VIX

PODE LHE INTERESSAR