Ter vida sexual ativa reduz as chances de morrer, revela estudo

Ter vida sexual ativa reduz as chances de morrer, revela estudo
Ter vida sexual ativa reduz as chances de morrer, revela estudo. Foto: Wapa

Ter vida sexual ativa reduz as chances de morrer, revela estudo

Muitas vezes ouvimos dizer que o sexo traz múltiplos benefícios à saúde: contribui para o sistema imunológico, ajuda a liberar o estresse, entre outros. No entanto, pesquisas realizadas nos Estados Unidos revelam que fazer sexo também pode ser a chave para aumentar nossos anos de vida.

>>Você sente uma sensação dolorosa depois de urinar? Conheça a possível causa

Cientistas de diferentes universidades mundiais chegaram a essa conclusão depois de entrevistar e monitorar mais de 15.000 pessoas por mais de uma década; 72% correspondem a adultos que têm relações sexuais pelo menos uma vez por mês, 36% que tiveram sexo uma vez por semana e 7% que não tiveram sexo em tudo.

Resultados que vão te surpreender

>>Gengibre e cúrcuma: tudo o que você precisa saber sobre seus benefícios

A pesquisa conclui que do grupo total de participantes, 228 morreram no decorrer da investigação, em decorrência de doenças cardiovasculares ou algum tipo de câncer.

De acordo com o portal Novo Código, os pesquisadores usaram dados dos arquivos de mortalidade do Exame Nacional de Saúde e Nutrição (NHANES) para obter informações sobre os óbitos. Essa amostra incluiu 7.765 homens e 7.504 mulheres, com média de idade de 39 anos.

>>5 chás diferentes para reduzir inflamação e perder peso

Como esse resultado está relacionado ao sexo ?

Segundo os autores, a relação sexual frequentemente promove a ação das células natural killer, que ajudam a reduzir as chances de doenças pulmonares e virais, além do câncer.

>>Para que serve a vitamina D e por que ela é importante para as pessoas?

Ou seja, de acordo com pesquisas, quanto mais sexo você faz, menores são as chances de morrer. O valor específico corresponde a uma diminuição de até 49% das possibilidades de morrer, em comparação com pessoas que só mantêm intimidade uma vez por ano ou nunca.

PODE LHE INTERESSAR