Se não lançar o Renda Brasil, governo pode ter que prorrogar auxílio mais uma vez – entenda

Se não lançar o Renda Brasil, governo pode ter que prorrogar auxílio mais uma vez - entenda
Se não lançar o Renda Brasil, governo pode ter que prorrogar auxílio mais uma vez – entenda

Se não lançar o Renda Brasil, governo pode ter que prorrogar auxílio mais uma vez – entenda.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cobrou do governo o envio de uma proposta ao Congresso sobre a modernização da renda mínima no Brasil.

Alguns beneficiários do Bolsa Família poderão receber até dois valores no Renda Brasil

Segundo ele, ao não tratar a questão, o governo sofrerá forte pressão por parte de deputados e senadores para prorrogar, mais uma vez, a ajuda emergencial de R$ 600.

“O Congresso vai avançar nesse debate dentro da realidade fiscal do País. Se deixar para última hora, a pressão dos deputados e dos senadores para prorrogar os R$ 600 será grande”, ressaltou.

Maia disse que o País já tem o Bolsa Família, que cuida de uma parte da sociedade, e defendeu um debate amplo e urgente sobre o tema. Ele participou de uma live promovida pelo banco BTG Pactual nesta quinta-feira (09/07).

Se o Renda Brasil vai substituir o Bolsa Família ele também pagará décimo terceiro (13°)?

“Temos 60 dias para fazer o debate. O governo precisa parar de fazer discursos sobre a Renda Brasil (programa que unificaria os programas sociais existentes) e apresentar um programa para o Congresso”.

Para Rodrigo Maia, o auxílio emergencial ajudou muito a economia brasileira, mas ainda deixou milhões de brasileiros sem assistência.

“Temos uma crise grande que vai aumentar a desigualdade, vai aumentar o desemprego. Sem nenhuma discussão, as coisas geram pressão. O correto é ter uma proposta do governo para fazer a discussão dentro do orçamento já existente”, completou.

Para criar Renda Brasil, governo pode fazer pente-fino em outros programas

Recursos

O presidente da Câmara afirmou que ainda há vários desafios a serem enfrentados neste período mais crítico da pandemia, como garantir crédito às empresas e mais recursos para entes federados. Maia disse esperar que, com a aprovação da MP 975/20, o crédito às micro, pequenas e médias empresas sejam facilitados.

Já em relação a estados e municípios, ele destacou que ainda existem demandas de prefeitos e governadores que precisam ser solucionadas.

Renda Brasil: Maia defende que governo deve oferecer “prêmios” à população – entenda

Entre as demandas, Maia destacou a questão do transporte público, a prorrogação dos fundos de participação de estados e municípios e a perda de arrecadação do Fundeb.

“Precisamos construir uma solução em conjunto para as demandas para resolver esses problemas de prefeitos e governadores”, afirmou Rodrigo Maia.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Veja mais