Salvador: Três são mortos e dois baleados durante festa em Tancredo Neves

002 (1)

Na madrugada deste domingo (22), três homens foram mortos e mais duas pessoas foram baleadas durante uma festa na Rua Direta de Tancredo Neves, em Salvador. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos dos disparos seriam traficantes da localidade conhecida como “Macaco”, que fica na região.

De acordo com testemunhas, as vítimas que morreram são suspeitas de tráfico do bairro da Engomadeira, que estão em guerra com os rivais de Tancredo Neves.

A PM também informou que os cinco feridos chegaram a ser socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas Luís Cláudio de Assis Souza, de 33 anos, Willian Xavier Nascimento, de 19, e uma terceira vítima, não identificada, não resistiram aos ferimentos. Outros dois homens baleados permanecem internados nesta segunda-feira (23).

Os jovens foram homenageados pela comunidade do bairro da Engomadeira, com um banner escrito “LUTO” e lamentando a morte dos três. Uma das vítimas que não foi identificada pela polícia, tem o nome de “Marquinhos” no banner.

A festa aconteceu no Centro de Integração Familiar (Ceifar) e segundo o G1, a direção da instituição, que é uma Organização Não Governamental (ONG), informou que a festa não foi realizada pelo Ceifar. Segundo eles, o espaço foi alugado para a festa com o objetivo de arrecadar fundos para o projeto. Ainda de acordo com a direção, no contrato de aluguel é determinado que a segurança do evento é de responsabilidade do contratante.

A festa foi realizada no sábado (21) e seguiu até a madrugada de domingo, quando ocorreu o atentado. O evento geralmente acontece todos os sábados no bairro, para moradores. Segundo a direção do Ceifar, além do valor do aluguel, os responsáveis pela festa ainda arrecadaram alimentos para a instituição.

Ainda segundo o G1, a polícia informou que a 23ª CIPM foi acionada por volta das 3h de domingo. A PM ainda relatou que costuma ser informada sobre festas no local e sempre intensifica o policiamento nas proximidades para garantir a segurança. Mas, dessa vez a PM não foi informada sobre o evento.

PODE LHE INTERESSAR