Renda Brasil poderá ter auxílio-creche de R$ 250 por mês, além de outros benefícios

Renda Brasil poderá ter auxílio-creche de R$ 250 por mês, além de outros benefícios
Renda Brasil poderá ter auxílio-creche de R$ 250 por mês, além de outros benefícios © Shutterstock

Renda Brasil poderá ter auxílio-creche de R$ 250 por mês, além de outros benefícios.

A equipe econômica do governo federal segue estudando um formato para o novo programa, Renda Brasil, que deverá beneficiar milhões de brasileiros logo após o fim do Auxílio Emergencial.

Desta vez, os especialistas avaliam criar um voucher de R$ 250 por mês para que crianças atendidas pelo Renda Brasil tenham acesso a creches. A medida teria custo de R$ 6 bilhões e seria financiada com redução de gastos em outras áreas.

Renda Brasil pode unir Bolsa Família e PIS/PASEP após Auxílio Emergencial

O objetivo da medida, segundo fontes que participam da elaboração do programa, é complementar a transferência de renda paga a famílias que serão atendidas pelo benefício, que substituirá o Bolsa Família.O plano ainda está em análise e precisa ser debatido com o Ministério da Educação. Procurado para comentar a medida, o MEC não se posicionou.

A estimativa dos técnicos é que o déficit de vagas para crianças de 0 a 3 anos dentro da faixa a ser atendida pelo Renda Brasil é de dois milhões, já descontadas as famílias desse universo cujos filhos não estão em creche por opção.A ideia não envolveria a construção de creches públicas.

Qual será o novo valor do Bolsa Família no Renda Brasil?

Criação de vouchers 

Na visão da equipe, a concessão de vouchers seria mais eficiente porque permitiria que as famílias escolhessem os estabelecimentos em que querem matricular as crianças. Assim, seria possível aproveitar a estrutura de instituições já estabelecidas, como creches privadas e até igrejas.

O programa abrangeria um universo de 57,3 milhões de pessoas. O repasse seria formado por dois tipos de benefícios principais: um de R$ 100 de superação da pobreza e outro, também de R$ 100, pago por criança (de 0 a 15 anos).

O público elegível a receber o valor completo do benefício seria o de famílias com renda de até R$ 250 por pessoa.

Renda Brasil: como vai funcionar o Imposto de Renda Negativo do novo Bolsa Família

Quem terá direito ao Renda Brasil

Todos os inscritos no Bolsa Família, além dos informais e desempregados que estão recebendo o Auxílio Emergencial atualmente, terão o direito de ser beneficiários do Renda Brasil.

Qual será o valor?

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira (03/06) que o novo programa Renda Brasil terá valor mais alto que o pago a beneficiários do Bolsa Família. O benefício deve ser lançado para substituir o Auxílio Emergencial de R$ 600.

Renda Brasil será permanente e vai unificar Bolsa Família, Abono Salarial e Seguro-Defeso

O valor médio pago no Bolsa Família gira em torno de R$ 190 por domicílio. O governo quer aumentar esse valor e, ao mesmo tempo, ampliar o número de assistidos por programas públicos.

Para fazer essa reformulação, o plano é rever benefícios considerados pouco eficientes, como o abono salarial, que custa cerca de R$ 20 bilhões por ano. A equipe econômica já tentou reduzir a abrangência do abono durante as discussões sobre a reforma da Previdência, mas a ideia não passou no Congresso.

Com informações de EXTRA

PODE LHE INTERESSAR