Renda Brasil e Bolsa Família: ministro volta a falar em novo programa social

Renda Brasil e Bolsa Família: ministro volta a falar em novo programa social
Renda Brasil e Bolsa Família: ministro volta a falar em novo programa social

Renda Brasil e Bolsa Família: ministro volta a falar em novo programa social.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reforçou há pouco que a reedição de medidas adotadas para fazer frente à crise no ano passado está no radar.

>>Bolsa Família: Senado quer deixar programa blindado de gatilhos para corte de gastos

“Abono salarial já foi antecipado, assim que aprovar o Orçamento vai ser também antecipado o 13º dos mais frágeis, mais idosos”, afirmou. Ele acrescentou que o BEm já está encaminhado e que mais medidas devem sair.

Mas o mais importante no momento, pontuou, é a aprovação da PEC Emergencial. Guedes concedeu entrevista ao lado do relator da PEC na Câmara, deputado Daniel Freitas (PSL-SC).

>>Novo Bolsa Família deve ser liberado após pagamento do auxílio emergencial

Questionado sobre possíveis mudanças no limite de gastos com auxílio emergencial, disse que isso será construído no Congresso, mas que o importante é aliar responsabilidade fiscal e social.

O ministro também voltou a defender a junção de “dois ou três” programas para reforço do Bolsa Família, no futuro, no chamado Renda Brasil. O Bolsa Família, no entanto, não deve ser discutido no momento, disse. “Isso não tem nada a ver com a pandemia; pandemia é auxílio emergencial.”

>>Bolsa Família: quando começam os pagamentos do mês de março?

Segundo ele, é preciso reforçar “programas sociais que põem dinheiro no bolso do mais pobre e não no enorme aparelho estatal”. “Daí eu achar que compromisso com agenda liberal continua”, afirmou, completando que o momento exige muita “maturidade, serenidade e cooperação”.

Fonte: Valor Investe

PODE LHE INTERESSAR