Quarta parcela do Auxílio Emergencial já tem data para iniciar pagamentos

Quarta parcela do Auxílio Emergencial já tem data para começar pagamentos
Quarta parcela do Auxílio Emergencial já tem data para começar pagamentos © Shutterstock

 

Quarta parcela do Auxílio Emergencial já tem data para começar pagamentos.

Os beneficiados do Bolsa Família serão os primeiros a receber a quarta parcela do auxílio emergencial a partir da próxima segunda-feira (20/07).

Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com o NIS (Número de Identificação Social).

Calendário do Bolsa Família para 4ª parcela do auxílio; pagamentos de até R$ 1.800/família

Valor do novo Bolsa Família (Renda Brasil) dependerá da redistribuição de verbas do governo

O governo federal e a Caixa ainda não divulgaram as datas da 4ª parcela para os demais cadastrados pelo aplicativo e site do bando ou pelo Cadastro Único.

Neste sábado (18/07), começa um novo calendário de saque para o grupo de 40,4 milhões de beneficiários do lote 1 (terceira parcela), lote 2 (segunda parcela) e lote 4 (primeira parcela), de acordo com a data de aniversário.

Para não ter filas e aglomerações, o depósito do benefício já foi realizado na conta digital, que é possível pagar contas e fazer compras por meio do aplicativo Caixa Tem.

Novo projeto pode pagar até R$ 1.045 para BPC, Cadastro Único e Bolsa Família

Calendário do Bolsa Família

  • 20 de julho – NIS final 1
  • 21 de julho – NIS final 2
  • 22 de julho – NIS final 3
  • 23 de julho – NIS final 4
  • 24 de julho – NIS final 5
  • 27 de julho – NIS final 6
  • 28 de julho – NIS final 7
  • 29 de julho – NIS final 8
  • 30 de julho – NIS final 9
  • 31 de julho – NIS final 0

Cadastro Único: governo faz mudanças no Bolsa Família com prazo predeterminado

Calendário de saque para 40,4 milhões

Para beneficiários do 1º lote (terceira parcela), 2º lote (segunda parcela) e 4º lote (primeira parcela)

1.Sábado (18 de julho) – nascidos em janeiro (3,4 milhões)
2. Sábado (25 de julho) – nascidos em fevereiro (3,1 milhões)
3. Sábado (1º de agosto) – nascidos em março (3,5 milhões)
4. Sábado (8 de agosto) – nascidos em abril (3,4 milhões)
5. Sábado (15 de agosto) – nascidos em maio (3,5 milhões)
6. Sábado (29 de agosto) – nascidos em junho (3,4 milhões)
7. Terça-feira (1º de setembro) – nascidos em julho (3,4 milhões)
8. Terça-feira (8 de setembro) – nascidos em agosto (3,4 milhões)
9. Quinta-feira (10 de setembro) – nascidos em setembro (3,4 milhões)
10. Sábado (12 de setembro) – nascidos em outubro (3,4 milhões)
11. Terça-feira (15 de setembro) – nascidos em novembro (3,2 milhões)
12. Sábado (19 de setembro) – nascidos em dezembro (3,3 milhões)

+ O que é necessário para décimo terceiro (13º) do Bolsa Família ser pago em 2020?

Balanço

A Caixa também concluiu nesta terça-feira (14) o saque da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a 1,3 milhão de beneficiários nascidos em outubro, novembro e dezembro.

Com isso, o calendário para a retirada em dinheiro para o grupo de 4,9 milhões (lote 3), que fez o cadastro entre 1º e 26 de maio, terminou com um total de R$ 3,2 bilhões.

Segundo a Caixa, já foram pagos até agora R$ 121,1 bilhões a 65,2 milhões de beneficiários inscritos por meio do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família, ou pelo site e pelos aplicativos da Caixa.

Renda Brasil deve pagar mais que o Bolsa Família e alguns poderão receber 2 valores

O benefício foi criado para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus na população de baixa renda. O auxílio começou com três e passou para cinco parcelas de R$ 600, mas esse valor sobe para R$ 1.200 nos casos de mães responsáveis pelo sustento da família.

Por R7

PODE LHE INTERESSAR