Prouni: inscrição na lista de espera termina nesta terça-feira

Prouni: inscrição na lista de espera termina nesta terça-feira Foto: reprodução

Termina nesta terça-feira  (2) o prazo para inscrição na lista de espera por bolsas de estudo do Programa Universidade para Todos (Prouni). As inscrições devem ser feitas com número e senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na página de inscrição do programa.

>>Banco do Brasil libera antecipação da restituição do IRPF; veja como solicitar

Os estudantes devem ficar atentos, pois o resultado da lista de espera está previsto para o dia 5 de março, e as matrículas deverão ser feitas no período de 8 a 12 de março.

O Ministério da Educação(MEC) alerta que, ao contrário do que ocorre na segunda chamada, a inscrição na lista de espera não acontece de forma automática. Por isso, necessário que os candidatos realizem  a inscrição para participarem do processo seletivo Prouni 2021. Essas vagas não serão abertas a novos inscritos.

Nessa edição, o Prouni está oferecendo 162 mil bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todas as unidades federativas. Desse total, 52.839 bolsas são para cursos na modalidade de educação a distância, segundo o MEC.

>>INSS: segurados devem tirar dúvidas exclusivamente por esses canais

Lembrando que os cursos disponíveis na lista de espera variam em cada edição. Os resultados da espera vão sendo divulgados aos poucos, conforme a disponibilidade de vagas, para ficar informado, o interessado deve acessar o sistema todos os dias, até o encerramento do período, para ver se foi contemplado.

Vale ressaltar ainda  não envia mensagens informando sobre a aprovação. Caso seja pré-aprovado, o candidato também deve ficar atento ao prazo para a apresentar documentação exigida como comprovantes de renda, identificação pessoal, endereço e escolaridade.

>>PIS/PASEP libera saque de quase R$ 2mil retroativo 2021; veja como retirar

Sobre o Programa

O Programa Universidade para Todos (Prouni) do Ministério da Educação é um programa que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

>>Senado apresenta texto para viabilizar auxílio emergencial nesta segunda

Somente poderá se inscrever no Prouni o estudante brasileiro que não possua diploma de curso superior e que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação.

PODE LHE INTERESSAR