Projeto vai beneficiar crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social

Foto: Fernando Vivas/Arquivo GOVBA

Foi celebrado, na noite de terça-feira (2), entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Federação Bahiana de Futebol (FBF) e Governo da Bahia, o termo de compromisso para realização do projeto Gol do Brasil – voltado para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa tem o objetivo de promover cidadania e educação por meio do futebol.

>>Guia para retomada do turismo brasileiro será elaborado

O acordo foi firmado em reunião realizada na sede da CBF, no Rio de Janeiro, com a presença do presidente da entidade, Rogério Cabloco, e do secretário-geral, Walter Feldman, do diretor-geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), Vicente Neto, representando a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e do presidente da FBF, Ricardo Lima.

“A parceria com a Federação Baiana de Futebol nos trouxe até a CBF para celebrarmos este acordo e termos na Bahia o Gol do Brasil, que é uma ação social forte do plano de legados da Copa do Mundo. Tenho certeza de que os baianos saberão reconhecer e acolher essa parceria profícua com a direção da CBF”, destacou Vicente Neto.

>>Chega a São Paulo novo lote de insumos da CoronaVac

Para o presidente da FBF, o Gol do Brasil vai além da esfera desportiva. As crianças e adolescentes que contarão com auxílio educacional e cultural serão o grande legado da iniciativa no futuro. “É um projeto grandioso. Estaremos investindo no social e lidando para que a coisa possa acontecer de forma efetiva. Não basta apenas pensarmos no futebol jogado nas quatro linhas, então acredito que essa é uma vertente da qual todas as Federações, juntamente com a CBF, devem abraçar porque temos um compromisso muito grande com toda a sociedade brasileira”, projetou Ricardo Lima.

O Gol do Brasil é uma iniciativa da CBF, chancelada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e parcialmente financiada pelo Fundo Legado Copa do Mundo FIFA 2014.

>>Doenças que garantem pagamento do BPC sem contribuição ao INSS; confira lista

Em parceria com a CBF Social, o Fundo Legado Copa do Mundo FIFA 2014 é responsável por financiar parte do projeto Gol do Brasil, que atenderá mais de 18 mil crianças até 2022. A ação, que iniciou em 2019, chegará aos 26 estados do país e também ao Distrito Federal. Por meio do projeto, meninos e meninas entre 6 e 17 anos têm aulas de futebol, cidadania, respeito às diferenças e responsabilidade social. O objetivo é usar o futebol para contribuir na formação integral de cidadãos.

PODE LHE INTERESSAR