Conheça o programa que vai realizar oficinas gratuitas em praças de Salvador

Um trabalho de cidadania com crianças e adolescentes que vão poder utilizar espaços públicos para participar de atividades socioculturais. Esse é o objetivo do programa “Cidade-Mãe na sua praça”, lançado nesta quinta-feira (13), na sede da Fundação Cidade-Mãe (FCM), localizada no Centro de Convivência Socioassistencial Bariri das Artes, no Engelho Velho de Brotas. A iniciativa foi apresentada pela presidente da FCM, Roberta Caíres, a colaboradores que atuam diretamente no desenvolvimento de atividades do órgão, como psicólogos, educadores e assistentes sociais.

 A primeira ação do programa ocorrerá na Praça do Sol, situada na Rua Sete de Setembro, no dia 22 de agosto, em Periperi.

A partir daí será elaborado um calendário para definir outras praças que serão beneficiadas. A previsão é realizar o projeto duas vezes ao mês, em praças diferentes da capital baiana. Os eventos ocorrerão sempre aos sábados, dia em que as Unidades de Acolhimento Institucional (UAI) e os Centros de Convivência Socioassistencial não funcionam. Atualmente, a FCM é responsável por coordenar quatro UAIs (Boca do Rio, Bonocô,  Dois de Julho e Pituaçu) e sete centros (Cajazeiras, Canabrava, Chapada do Rio Vermelho, Engenho Velhos de Brotas, Periperi, Piatã e Saramandaia).

As UAIs oferecem proteção especial de alta complexidade através do serviço de acolhimento provisório para crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva de abrigo. Já os Centros de Convivência atuam na prevenção a situações de risco ofertando oficinas culturais  (artes visuais, capoeira, dança e teatro) e cursos profissionalizantes (manutenção de micro, panificação e outros), além de trabalhar para fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

PODE LHE INTERESSAR