PIS/Pasep adiado: saiba quem ainda pode sacar até R$ 1.100 em 2021

Projeto antecipa calendário do Abono Salarial PIS/Pasep 2020/2021
PIS/Pasep adiado: saiba quem ainda pode sacar até R$ 1.100 em 2021 – Foto: Fotoarena / Folhapress

PIS/Pasep adiado: saiba quem ainda pode sacar até R$ 1.100 em 2021.

Por recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU), o governo federal decidiu que os trabalhadores que deveriam receber o abono salarial de 2020 a partir do segundo semestre só terão acesso ao dinheiro em 2022. No entanto, quem ainda não sacou o abono do PIS/Pasep referente ao ano-base 2019 ainda pode fazer a retirada até o dia 30 de junho.

>>Presidente da Caixa sugere uso de Caixa Tem para reduzir filas

Ao todo, mais de um milhão de pessoas deixaram de buscar o abono de 2019. Desse total, aproximadamente 887 mil recebem o PIS, pago pela Caixa Econômica Federal para trabalhadores da iniciativa privada, representando um montante de R$ 625,9 milhões.

Os outros 208 mil que não buscaram o abono do Pasep, pago pelo Banco do Brasil a servidores, militares e empregados de empresas públicas, representam um saldo de R$ 96 milhões.

>>Esse é o prazo para contestar Auxílio Emergencial negado

O pagamento do abono salarial ano-base 2019 começou em julho de 2020 e terminou no dia 11 de fevereiro, mas a retirada poderá ser feita até o 30 de junho. Após esse prazo, os recursos voltam para a conta do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Quem tem direito?

Tem direito ao abono salarial o trabalhador que recebe até dois salários mínimos, esteja há pelo menos cinco anos inscrito no PIS/Pasep e tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base.

É preciso ainda que os dados do trabalhador estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2018 e/ou 2019.

>>Auxílio Emergencial: saiba o que muda para quem recebe Bolsa Família

O valor do benefício varia conforme o número de meses trabalhados, atingindo o máximo de um salário mínimo (R$ 1.100) para quem trabalhou durante os 12 meses do ano. Quem trabalhou por um mês, por exemplo, tem direito a R$ 92 de abono.

Fonte: Agência O Globo

PODE LHE INTERESSAR