Pele casca de laranja: especialista revela dicas para prevenir e reduzir sua aparência

Pele casca de laranja: especialista revela dicas para prevenir e reduzir sua aparência
Pele casca de laranja: especialista revela dicas para prevenir e reduzir sua aparência

Pele casca de laranja: especialista revela dicas para prevenir e reduzir sua aparência.

Quase 90% das mulheres de todas as idades com sobrepeso, obesas ou até magras sofrem de insegurança devido ao aparecimento da temida celulite. Má alimentação com alto índice de sódio, estilo de vida sedentário e alterações hormonais; assim como a elevação dos estrogênios, a puberdade, a gravidez ou o uso de roupas muito justas, são fatores que provocam esse quadro, gerando insegurança nos pacientes devido ao aspecto protuberante, flácido ou endurecido de sua pele.

>>Poderosos: conheça os melhores óleos vegetais para cuidar da sua pele

A Dra. Giulianna Berrocal do Centro de Medicina Estética da Clínica Ricardo Palma nos orienta para identificar, prevenir e reduzir o aparecimento de “casca de laranja”.

A celulite é uma falha de beleza que não é removida 100%, mas pode atenuar e melhorar quase mais de 70%, dependendo do tipo de pele do paciente e de sua idade. Podemos identificar a celulite observando as seguintes características:

>>Surpreendente! Esta planta atua contra infecções e ainda cuida do cabelo e da pele

Pele dura:  Mostra a pele dura e com estrias, geralmente localizada na face externa das coxas, nos quadris (os famosos cintos de cartuchos) ou nos joelhos. Está associada a distúrbios hormonais.

Pele flácida: a área afetada é muito mais macia do que o normal e aparece em mulheres com hábitos sedentários ou que tiveram uma perda de peso significativa. Este tipo de celulite está localizado nas coxas, abdômen, face interna dos braços, nádegas e até mesmo nas costas.

Pele edemaciada: é um caso grave, embora muito raro. Causa inchaço e dor na área afetada. Ele está localizado nas extremidades inferiores e pode ser doloroso ao toque.
Imagem referencial

Pele mista: É uma combinação das anteriores. É a forma mais comum de celulite.

>>Pele radiante e sem rugas! 3 batidos deliciosos par estimular a produção de colágeno

Para combatê-lo, existem diversos procedimentos estéticos que nos ajudam a mitigar e prevenir seus efeitos:

Radiofrequência e ultracavitação: A combinação das duas técnicas permite atuar em dois planos diferentes da pele. Por um lado, causa aquecimento localizado nas camadas mais profundas da epiderme, reduzindo o tamanho das células de gordura (adipócitos), enquanto resfria as camadas superficiais para proteger as estruturas da pele.

Onda acústica de alta energia: Atua diretamente nas células adiposas, reduzindo seu tamanho, melhorando a microcirculação sanguínea e permitindo a eliminação da gordura de forma rápida e natural. Além disso, estimula a formação de colágeno, para que a pele fique mais firme e lisa.

>>Controle a oleosidade da sua pele com essas máscaras naturais 

Mesoterapia Corporal: Consiste na microinjeção de vitaminas, minerais e oligoelementos que, aplicados diretamente nas áreas afetadas, facilitam a eliminação de toxinas, gorduras e líquidos.

É importante lembrar que os tratamentos devem sempre ser acompanhados de nutrição adequada e atividade física para manter os resultados ideais.

PODE LHE INTERESSAR