Pagamento de R$ 850 do Garantia-Safra já tem data para acontecer

Autor: Charles Fábion

Publicada em


Pagamento de R$ 850 do Garantia-Safra já tem data para acontecer
Pagamento de R$ 850 do Garantia-Safra já tem data para acontecer – Reprodução

Pagamento de R$ 850 do Garantia-Safra já tem data para acontecer.

O pagamento do Garantia-Safra será feito, em junho, a 82.677 agricultores de 102 municípios de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

São agricultores que estão em pequenas propriedades com tamanho de área de 0,6 hectares até 5 hectares e que plantam milho, feijão, algodão, arroz ou mandioca. E ao sofrer perdas acima de 50% esses agricultores recebem um benefício do programa para que possam comprar alimentos ou insumos para sua propriedade”, explicou Pedro Loyola, diretor do Departamento de Gestão de Risco do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Leia também: Beneficiários do Garantia-Safra podem consultar benefício pela internet

Parcela única

O repasse será feito em parcela única de R$ 850,00 em decorrência do estado de calamidade pública e as medidas de enfrentamento da propagação da pandemia do coronavírus.

No total, serão 70 milhões. Normalmente, o benefício é pago em cinco parcelas. “O produtor recebe esse recurso à vista no mês de junho e deve procurar a sua agência conforme o calendário social”, disse Loyola.

Veja também: Governo libera calendário da 1ª parcela do Auxílio Emergencial para novos aprovados

Com isso, encerra o ciclo da safra de 2018/19 em que foram atendidos 402 municípios com 364.694 beneficiários. De novembro de 2019 a junho de 2020 foram investidos R$ 310 milhões.

Confira a relação dos municípios atendidos no mês de junho em portaria publicada no Diário Oficial.

Leia mais: Garantia-Safra: como solicitar transferência do benefício pela Internet

Garantia-Safra

O Garantia-Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que tem como objetivo garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios sistematicamente sujeitos a perda de safra por razão de estiagem ou enchentes.

Veja essa também: Milhares de pessoas devolvem dinheiro do Auxílio Emergencial e governo recupera milhões

Quem tem direito

​O benefício é pago liberado quando for decretada situação de emergência ou de calamidade pública por parte do município, reconhecida pela Secretaria de Defesa Civil do Governo Federal e quando for constatada perda de, pelo menos, 50% da produção.

Além disso, a renda média bruta mensal nos 12 meses que antecederam a inscrição não deve superar um salário mínimo e meio, excluídos os benefícios previdenciários rurais.

Confira mais: Reanálise mensal: essas 7 situações podem fazer você perder o Bolsa Família com auxílio

A adesão ao programa deve ser feita antes do plantio. O benefício é pago por meio de cartões eletrônicos (Cartão Cidadão ou Cartão Bolsa Família) disponibilizados pela Caixa Econômica Federal e também em lotéricas.

Saiba mais sobre a adesão ao Garantia-Safra.

Os agricultores podem consultar inscrição do programa pela internet e ter acesso a situação referentes a cadastro, pagamentos e bloqueios.