O que sabemos sobre o calendário de pagamentos da 5ª parcela do Auxílio Emergencial

O que sabemos sobre o calendário de pagamentos da 5ª parcela do Auxílio Emergencial
O que sabemos sobre o calendário de pagamentos da 5ª parcela do Auxílio Emergencial

O que sabemos sobre o calendário de pagamentos da 5ª parcela do Auxílio Emergencial.

O governo federal já tem a data para pagamento da quinta parcela do auxílio emergencial. Isso porque o benefício criado durante a pandemia para ajudar as famílias brasileiras vai ser mantido até outubro de 2021, e a referida parcela já começa a ser paga em agosto. Serão R$ 375.

>>Confira como antecipar o saque do Auxílio Emergencial

De acordo com o Executivo, a quinta parcela será depositada em conta a partir do dia 15 de agosto para o público geral, levando em consideração o mês de aniversário. Já os beneficiários do Bolsa Família vão receber o depósito e saque da extensão entre os dias 18 a 31 de agosto.

Também disse que as três novas parcelas implementadas serão pagas em agosto, setembro e outubro.

“Então o auxílio que terminaria em 31 de julho, ele segue agosto, setembro e outubro. Outubro é o mês que todos os governadores tão dizendo que terão vacinado toda a população adulta brasileira”, informou o governo.

>>Como consultar o saldo da nova parcela do Auxílio Emergencial

Auxílio Emergencial

Veja o calendário já acertado da 5ª parcela do auxílio emergencial para o público do Bolsa Família divulgado pelo Ministério da Cidadania. Estes recebem conforme o final do Número de Identificação Social – NIS.

O depósito e saque do auxílio para os beneficiários do Bolsa Família são liberados ao mesmo tempo. Na nova fase, a distribuição das parcelas continua sendo pelo final do NIS.

>>Prazo para contestar Auxílio Emergencial negado já tem data para acabar

Confira sua data de pagamento da 5ª parcela do auxílio emergencial de acordo com o final do NIS, de 1 a 0.

  • 1 – 18/08
  • 2 – 19/08
  • 3 – 20/08
  • 4 – 23/08
  • 5 – 24/08
  • 6 – 25/08
  • 7 – 26/08
  • 8 – 27/08
  • 9 – 30/08
  • 0 – 31/08

Extensão

Segundo o Executivo, a extensão do auxílio emergencial não deve aumentar o valor do benefício. Isso quer dizer que as parcelas continuam em R$ 150, para solteiros e até R$ 375 para mães que são as únicas responsáveis pelo sustento do lar. Já as demais famílias receberão R$ 250.

>>Repescagem inclui 30 mil novos beneficiários no Auxílio Emergencial

Vale lembrar que o auxílio é um benefício financeiro concedido aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Capitalist

PODE LHE INTERESSAR