O ponto principal do Cadastro Único para receber ajuda financeira no Renda Brasil

O ponto principal do Cadastro Único para receber ajuda financeira no Renda Brasil
O ponto principal do Cadastro Único para receber ajuda financeira no Renda Brasil

O ponto principal do Cadastro Único para receber ajuda financeira no Renda Brasil.

O Cadastro Único (CadÚnico) foi criado para ser um instrumento para identificar e caracterizar as famílias de baixa renda em todo o país, virando a principal porta de entrada para receber dinheiro dos benefícios sociais existentes.

Entre eles, estão Tarifa Social de energia elétrica, Bolsa Família e Carteira do Idoso, por exemplo. Sendo assim, estar cadastrado e, principalmente, com dados em dia, dá acesso a diversos auxílios, entre eles, o novo Programa Renda Brasil. No total, o CadÚnico conta com 15 programas sociais do governo. Outros exemplos são: Programa de Cisternas, Telefone Popular, Bolsa Verde e Carta Social.

>Entenda como o Renda Brasil pode aumentar valor de benefício do Bolsa Família

Novo programa Renda Brasil

Agora, está surgindo um novo Programa Social, o Renda Brasil, benefício que vai substituir o Bolsa Família, e deve atender a mais de 40 milhões de pessoas oferecendo ajuda financeira em todo o país. Uma dos requisitos para entrar no novo Programa Renda Brasil, certamente será a inscrição no Cadastro Único.

Sobre o Renda Brasil

Para quem não sabe, o governo sinalizou que o novo programa social Renda Brasil deve juntar o Bolsa Família, e programas sociais como abono salarial do PIS e seguro-defeso.

Quem recebe o Bolsa Família deverá migrar automaticamente para o novo programa social.

Os informais e pessoas de baixa renda também poderão receber o Renda Brasil, mas passarão por análise do governo para verificar se a renda será compartível com o regulamento do programa, que ainda está em fase de elaboração.

Os pontos principais para fazer parte do Renda Brasil?

  • ser pessoa de baixa renda inscrita no Cadastro Único;
  • fazer parte do Bolsa Família;
  • ser trabalhador informal.

Confira como se inscrever no Cadastro Único

Para fazer parte do Cadastro Único, é preciso buscar orientação no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo de casa. Em muitas localidades, o próprio Cras faz o cadastramento.

A manutenção do cadastro é por conta da Caixa Econômica Federal, enquanto o Ministério da Cidade fica responsável por gerir as informações. É importante lembrar que ter o CadÚnico não é garantia de ter acesso aos programas sociais. Caso seja selecionada, a manutenção do cadastro atualizado permite a participação.

Do contrário, o benefício pode ser interrompido. Por isso, as famílias devem informar mudança de endereço ou de apenas algum membro, vínculos trabalhistas ou de renda.

O CadÚnico é o caminho para programas estaduais e municipais. Além disso, vítimas de desastres devem fazer o cadastro para ter acesso a fundos de emergência para a população.

Através do CadÚnico, o governo coleta informações e, dessa forma, pode traçar mapa de ações para promover a melhoria da qualidade de vida de quem vive com pouca ou nenhuma renda mensal.

PODE LHE INTERESSAR