O gengibre é para todos? Confira as contraindicações desse superalimento

O gengibre é para todos? Confira as contraindicações desse superalimento
O gengibre é para todos? Confira as contraindicações desse superalimento. © iStock

O gengibre é para todos? Confira as contraindicações desse superalimento

O gengibre é uma das raízes que continua a ganhar popularidade no mundo, uma vez que a sua utilização pode ser tão diversa que podem ser feitos vários preparados e até mesmo utilizado como medicamento natural. Dentro da cultura chinesa, o gengibre é um dos produtos mais usados no tratamento de todo tipo de enfermidades e há até quem o considere um afrodisíaco. Embora seja um produto natural, seu uso em excesso pode trazer efeitos adversos para algumas pessoas.

>>Cuide das doenças respiratórias com este suco de maçã com gengibre

Como todos os alimentos, o consumo em excesso seria prejudicial à saúde, por isso o melhor é consumir com moderação e, mesmo se necessário, consultar o médico de família. Uma das principais contraindicações é não consumi-lo se sofrer de problemas intestinais como úlceras, gastrite ou colite, nem mesmo deve ser usado topicamente como pomada.

Contraindicações de gengibre

Um dos efeitos colaterais que o consumo excessivo de gengibre pode causar se manifesta com problemas de diarreia, urticária, inchaço, azia e, em casos extremos, pode desencadear alguns problemas respiratórios. Se é a primeira vez que utiliza este alimento, experimente fazer pequenos testes consumindo pouco e observe quais são as reações que ocorrem no seu corpo, mas acima de tudo consuma de forma moderada.

>>Receita de salmão ciliar, uma forma de aproveitar os benefícios do ômega 3

Problemas de diabetes

Uma das recomendações para tratar problemas com alto teor de açúcar, o gengibre pode ser uma opção muito boa, porém, se o paciente depende do uso de insulina, essa raiz deve ser evitada. É melhor consultar um médico sobre tratamentos alternativos que podem ir bem com o medicamento.

Gravidez

O consumo de gengibre durante a gravidez não é recomendado, pois em alguns casos pode causar alterações hormonais e até contrações prematuras.

>>Estes são os alimentos que você nunca deve colocar no micro-ondas

Hemofilia

Esta doença faz com que o sangue do corpo não coagule adequadamente, causando sangramento espontâneo, então ao consumir gengibre pode estimular a circulação sanguínea, causando um choque que pode afetar o corpo e pode complicar o estado de saúde do paciente.

Baixo peso

Em pessoas com problemas de baixo peso, o consumo de gengibre pode causar um efeito adverso, uma vez que uma das propriedades é seu efeito emagrecedor por meio da supressão do apetite.

>>Receita de salmão ciliar, uma forma de aproveitar os benefícios do ômega 3

Aumentar a massa muscular

Se você é atleta ou está procurando aumentar a massa muscular, o gengibre não será um bom aliado, pois ao produzir um efeito adelgaçante prejudicaria esse propósito.

Problemas cardíacos

Consumir muito gengibre pode ter efeitos negativos na saúde do coração, já que o gengibre é usado regularmente para ajudar a desbloquear os vasos sanguíneos. Se você sofre de problemas cardíacos, é melhor consultar um especialista antes de usá-lo.

PODE LHE INTERESSAR