Novos investimentos gerarão cerca de 23 mil empregos; conheça projetos

Foto:reprodução

Novos investimentos e mais emprego e renda para a população dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso e do Distrito Federal. A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, aprovou, em 2020, oito novos projetos que atrairão mais de R$ 1 bilhão em investimentos para a região Centro-Oeste.

>>Inscrições para o Fies 2021 começam hoje; veja como se inscrever

Parte desses recursos, o equivalente a 40%, são financiados pelo Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) e já foram empenhados. O restante do investimento virá por meio de recursos próprios das empresas responsáveis pelos empreendimentos que estão sendo instalados. São projetos voltados a atividades produtivas. Com a ação, o Governo Federal espera criar quase 23 mil novos postos de trabalho.

“A Sudeco, sendo uma autarquia que visa ao desenvolvimento do Centro-Oeste, em 2020, teve um excelente desempenho no que diz respeito ao desenvolvimento da região. Foram empenhados cerca de R$ 471 milhões para empresas do Centro-Oeste, totalizando oito empreendimentos financiados pelo Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste”, afirmou a superintendente substituta da Sudeco, Franciane Nascimento.

>>Simples Nacional: micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao regime

Com esses novos recursos, o Governo Federal espera contribuir para a retomada da atividade econômica da região. “Com o financiamento, vão surgir novas oportunidades de negócio nos municípios, aumento da competitividade, bem como contribuir para a geração de emprego e renda local”, frisou a superintendente.

Mais empresas apoiadas

Em 2019, no total, duas empresas tiveram os recursos empenhados pelo Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste, contra oito em 2020. Ou seja, um aumento de 300%. “Em 2020, nós batemos a meta; e, em 2021, a Sudeco pretende continuar a beneficiar mais empreendimentos”, acrescentou a superintendente.

>>Como Segurado do INSS tem acesso a carta de concessão de Benefícios?

Conheça os projetos empenhados em 2020

– Empreendimento Arena Brasília. Empenho de R$ 210 milhões e geração de 20,1 mil postos de trabalho;

– Empreendimento Adoralle Alimentos, em Santa Bárbara de Goiás (GO). Empenho de R$ 45,6 milhões e geração de 492 postos de trabalho;

– Empreendimento Fides Gold Mineradora, em Peixoto de Azevedo (MT). Empenho de R$ 40,6 milhões e geração de 1.680 postos de trabalho;

>>Como Segurado do INSS tem acesso a carta de concessão de Benefícios?

– Empreendimento Unir Indústria e Comércio de Produtos de Higiene, em Três Lagoas (MS). Empenho de R$ 63 milhões e geração de 164 postos de trabalho;

– Empreendimento Agrodinâmica Comércio Representações, em Maracaju (MS). Empenho de R$ 53,2 milhões e geração de 200 postos de trabalho;

– Empreendimento Bello Alimentos, em Itaporã (MS). Empenho de R$ 21,8 milhões e geração de 50 postos de trabalho;

– Empreendimento Hidroelétrica Chapadão, em Chapadão do Sul e Cassilândia, em Mato Grosso do Sul. Empenho de 20 milhões e geração de 190 postos de trabalho; e

>>Prazo para renovação de contratos do Fies é prorrogado

– Empreendimento Imobiliário em Corumbá, Mato Grosso do Sul. Empenho de R$ 16,7 milhões e geração de 20 empregos durante a construção.

Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste

O Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) disponibiliza financiamento para projetos em infraestrutura, serviços públicos e empreendimentos produtivos de grande capacidade de novos negócios na região Centro-Oeste.

Cerca de 3,2 milhões de beneficiários recebem dinheiro do Auxílio Emergencial

O fundo oferece taxas de juros diferenciadas com prazos de pagamento de até 20 anos. Também oferece carência de até um ano para começar a pagar após a data prevista no projeto para entrada em operação do empreendimento.

PODE LHE INTERESSAR