Novos horários do rodízio de veículos começa a valer em São Paulo

Novos horários do rodízio de veículos começa a valer em São Paulo
Novos horários do rodízio de veículos começa a valer em São Paulo – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Novos horários do rodízio de veículos começa a valer em São Paulo.

O rodízio municipal de veículos na cidade de São Paulo começou a funcionar na noite de hoje (22/03) em novos horários em razão da pandemia de covid-19. Durante a fase emergencial do Plano São Paulo Contra a Pandemia, o rodízio passou a ter início a partir das 20h às 5h  do dia seguinte. O funcionamento do rodízio em seu horário tradicional, das 7h às 10h e das 17h às 20h está suspenso.

>>Banco Santander abre 1,2 mil vagas em empresas clientes – remuneração é de R$ 1.000

“A medida visa reduzir a circulação de pessoas no período noturno, diante da necessidade de se conter a disseminação da Covid-19. Na prática, a medida complementa o toque de recolher decretado pelo governo do Estado”, destacou a prefeitura, em comunicado.

Durante o rodízio, os veículos automotores ficam impedidos de circular no Centro Expandido da capital paulista, delimitado pelo chamado Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

>>Confira os requisitos para ter direito a receber o novo Auxílio Emergencial

De acordo com os novos horários do rodízio, os veículos com final de placa 1 e 2 são proibidos de circular das 20h de segunda-feira às 5h de terça-feira; 3 e 4 (das 20h de terça-feira às 5h de quarta-feira); 5 e 6 (das 20h de quarta-feira às 5h de quinta-feira); 7 e 8 (das 20h de quinta-feira às 5h de sexta-feira); 9 e 0 (das 20h de sexta-feira às 5h de sábado).

O novo horário do rodízio vigorará inclusive aos feriados. O não cumprimento da norma implica em infração de trânsito de nível médio, multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos no prontuário do motorista.

>>Coronavírus: Brasil tem mais de 12 milhões de casos e 295,4 mil mortes

Fonte: Agência Brasil

PODE LHE INTERESSAR