Novos critérios para concessão do BPC são aprovados na Câmara

Novos critérios para concessão do BPC são aprovados na Câmara
Novos critérios para concessão do BPC são aprovados na Câmara

Novos critérios para concessão do BPC são aprovados na Câmara.

Na aprovação da Medida Provisória 1023/20, a Câmara dos Deputados definiu critérios para a concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC) a pessoas com renda familiar per capita de até meio salário mínimo. A matéria foi transformada na Lei 14.176/21.

>>INSS: crianças e adolescentes de baixa renda podem solicitar R$ 1.100 do BPC

Segundo parecer do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), foram definidos novos parâmetros para avaliar a vulnerabilidade, por meio de regulamento do Poder Executivo, a fim de permitir a concessão do benefício a pessoas com essa renda. O texto original da MP definia como limite a renda familiar per capita inferior a 1/4 do salário mínimo.

>>Bolsonaro sanciona lei com mudanças nos critérios de pagamento do BPC

Pelo texto aprovado, são três os critérios: o grau da deficiência; a dependência de terceiros para o desempenho de atividades básicas da vida diária; e o comprometimento do orçamento do núcleo familiar com gastos médicos não ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

>>INSS: herdeiros podem pedir revisão de aposentadoria e receber atrasados

Enquanto não estiver regulamentado o instrumento de avaliação biopsicossocial da deficiência, a concessão do BPC dependerá de avaliação médica e avaliação social realizadas, respectivamente, pela perícia médica federal e pelo serviço social do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com a utilização de instrumentos desenvolvidos especificamente para esse fim.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

PODE LHE INTERESSAR