Ministério da Saúde vai suspender contrato de vacina após escândalo; entenda

Ministério da Saúde vai suspender contrato de vacina após escândalo; entenda
Ministério da Saúde vai suspender contrato de vacina após escândalo; entenda

Ministério da Saúde vai suspender contrato de vacina após escândalo.

Na tarde desta terça-feira (29/06), o ministro da Saúde Marcelo Queiroga anunciou que o governo federal irá suspender o contrato para a compra da vacina indiana Covaxin. As informações são da jornalista Raquel Vargas, da CNN Brasil.

>>Estas são as situações que permitem o saque total do FGTS

Vale lembrar que na última semana, o deputado Luis Miranda (DEM-DF) e seu irmão, o servidor público Luis Ricardo, prestaram depoimento na CPI da Covid-19 e relataram um suposto esquema na compra da Covaxin.

O parlamentar afirmou que tinha avisado Jair Bolsonaro sobre irregularidades na compra do imunizante, no entanto, o presidente não teria tomado uma atitude ou levado o caso para a polícia.

>>Conta de luz de julho terá bandeira tarifária vermelha patamar 2; entenda

Agora, após o escândalo e o surgimento de uma série de denúncias contra integrantes do governo, Queiroga disse que a compra será suspensa.

“Não é mais oportuno importar as vacinas neste momento”, disse o ministro.

>>Alteração pode liberar Auxílio Emergencial retroativo de R$ 3 mil; entenda

Fonte: Notícias ao Minuto

PODE LHE INTERESSAR