Minha Casa, Minha Vida: famílias de baixa renda recebem novas moradias

Autor: Charles Fábion

Publicada em


Minha Casa, Minha Vida: famílias de baixa renda recebem novas moradias
Minha Casa, Minha Vida: famílias de baixa renda recebem novas moradias – Foto: Reprodução

Minha Casa, Minha Vida: famílias de baixa renda recebem novas moradias.

Famílias de baixa renda de Iguatu (CE) e de Campina Verde (MG) receberam novas moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou a entrega das chaves de 1 mil unidades habitacionais, que atenderão grupos familiares com renda mensal inferior a R$ 1,8 mil. O investimento federal nos dois residenciais foi de R$ 72,7 milhões para beneficiar mais de 4 mil pessoas.

“Por orientação expressa do presidente Bolsonaro, o Governo Federal tem concentrado esforços para garantir a entrega de novas moradias e a retomada de empreendimentos que estavam com obras paralisadas. Todo o empenho é para levar mais dignidade e qualidade de vida à população. Além disso, com as obras, a economia também pode se manter aquecida durante esse período de pandemia”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Entrega de novas moradias

Em Iguatu (CE), são 900 unidades habitacionais no Residencial Novo Tempo, dividido em três condomínios, cada um com 19 blocos de quatro andares. Foram investidos R$ 65,7 milhões pelo Governo Federal.

Os apartamentos têm 43,68 m² e são compostos por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Além disso, o residencial possui infraestrutura interna e externa, inclusive um posto de saúde construído na área do empreendimento. Mais de 3,6 mil pessoas passarão a morar no local.

Maria Adelaide da Silva, de 50 anos, é uma das beneficiadas com as entregas nesta semana. Diarista em Iguatu, ela conta que a unidade habitacional é uma grande conquista para a vida dela e da neta, de dez anos, com quem mora. A renda mensal das duas não passa de R$ 260 incluindo o benefício do Bolsa Família.

Já em Campina Verde, no interior de Minas Gerais, foram R$ 7 milhões em investimentos do MDR. Serão entregues 100 moradias no Residencial Campina Verde – Etapa II. Diferentemente do Ceará, no município mineiro, as unidades são casas de 44,27 m² em lotes isolados, também com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, além de infraestrutura interna e externa.

Mais moradias devem ser entregues

No setor de habitação, só neste ano, o ministério autorizou a transferência de R$ 830 milhões do Orçamento Geral da União para garantir a execução do Minha Casa, Minha Vida.

A maior parte dos recursos, R$ 562 milhões, foi destinada à continuidade das obras de 292 mil moradias para famílias da Faixa 1.