Milhões baianos podem perder seus títulos – Saiba onde recadastrar biometria

Foto: Reprodução

Mais de 2,4 milhões de eleitores da Bahia poderão perder seus títulos. O dado, divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última quarta-feira (11/10), refere-se aos eleitores dos 51 municípios baianos em fase obrigatória de recadastramento biométrico que ainda não realizaram o procedimento. O número preocupa o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) que alerta para os prejuízos que poderão atingir o cidadão que tiver o seu título de eleitor cancelado. Dentre eles, dificuldade para obter e/ou manter benefícios do Governo Federal.

Somados, os 51 municípios possuem 4.326.884 eleitores, porém apenas 1.880.273 (43,46%) estão recadastrados biometricamente. Com isso, 2.446.611 cidadãos ainda precisam informar seus dados biométricos à Justiça Eleitoral. O TRE baiano lembra também quanto à proximidade do fim do prazo: 31 de janeiro de 2018, na maioria das cidades listadas. Já em Ubatã, Ibirapitanga e Coronel João Sá o procedimento deverá ser encerrado no próximo dia 31 de outubro.

Confira os locais de atendimento em Salvador

Ranking

Conforme dados divulgados pelo TSE, dos 51 municípios baianos em fase obrigatória de recadastramento biométrico, Manoel Vitorino é o que apresenta melhor percentual de eleitores biometrizados, 76,43%. Na tabela, Salvador ocupa a 42ª posição, com apenas 37,07% (728.932) dos seus 1.966.336 de eleitores recadastrados. A cidade que apresenta menor percentual de eleitores biometrizados é Antônio Cardoso, com apenas 25,68%.

Obrigatoriedade

Estão obrigados a fazer o recadastramento biométrico todos os eleitores, inclusive aqueles cujo voto é facultativo (analfabetos, eleitores com idade entre 16 e 18 anos e os maiores de 70 anos de idade). Para os eleitores facultativos, no entanto, o cancelamento do título não deverá gerar outras implicações uma vez que, deles, não poderá ser exigida a quitação eleitoral.

Veja os documentos necessários para a realização do recadastramento biométrico

 

Confira endereços e horários de atendimento POR ORDEM DE CHEGADA :

– Estação Pirajá do Metrô:
Rua da Indonésia, s/n – Granjas Rurais Presidentes Vargas.
Atendimento de segunda a sexta, das 7h às 20h;

– Tribunal Regional do Trabalho (5ª região):
Rua Miguel Calmon, 285, Comércio
Segunda a sexta, das 8h às 17h;

– Assembleia Legislativa da Bahia:
1ª Avenida do CAB, 130
Segunda a sexta, das 8h às 18h;

– Tribunal de Justiça do Estado da Bahia:
5ª Avenida do CAB, 560
Segunda a sexta, das 8h às 18h;

– Secretaria da Fazenda:
2ª Avenida do CAB, 260
Segunda a sexta, das 8h às 18h;

– Sede do TRE-BA:
1ª Avenida do CAB, 150
Segunda a sexta, das 8h às 18h.

 Sede do Ministério Público:
Avenida Joana Angélica, 1312
Segunda a sexta, das 8h às 17h (com parada de uma hora às 12h)

PODE LHE INTERESSAR