Jejum intermitente: Por que essa é uma das dietas mais eficazes?

Jejum intermitente: Por que essa é uma das dietas mais eficazes?
Jejum intermitente: Por que essa é uma das dietas mais eficazes? Foto: Shutterstock

Jejum intermitente: Por que essa é uma das dietas mais eficazes?

O sedentarismo, produto da quarentena, gerou um ganho de peso em quase todas as pessoas. Nesse sentido, várias dietas  surgiram no mercado, sendo uma das mais conhecidas o jejum intermitente.

Um personal trainer especializado em condicionamento físico, indica que a dieta de jejum intermitente é baseada no que seu nome indica: jejuar por um determinado período de horas, estabelecendo intervalos específicos para as refeições

De acordo com o especialista, esse tipo de dieta é ideal para a limpeza do corpo e é aconselhável fazê-lo por no máximo um mês. Por outro lado, atletas de alto rendimento podem usar seus dias de folga de treinamento para colocá-lo em prática.

>>7 frutas que o ajudarão a queimar gordura mais rápido do que você imagina

Além disso, explica que existem dois tipos principais de jejum intermitente: o diário, que consiste em jejum de 16 horas por dia, e o semanal, em que se faz uma redução calórica muito grande duas vezes por semana.

“O jejum intermitente tem vários benefícios entre eles: ajuda a melhorar a saúde cardiovascular, reduz o açúcar no sangue e até mesmo elimina as células cancerosas”, acrescentou.

O que devo considerar antes de fazer o jejum intermitente?

Siga estas recomendações:

Perca mais de 5 quilos:  Segundo o especialista, se a pessoa precisa perder mais de 5 quilos, é melhor fazer uma consulta personalizada com um especialista que avalie o estado nutricional e metabólico.

>>Porque o suco verde auxilia na perda de peso? 3 receitas para prepará-lo

Doenças crônicas:  Se a pessoa sofre de diabetes tipo 2, pressão baixa ou ácido úrico alto, antes de tentar, o médico deve fazer uma supervisão antes.

Não recomendado:  Em caso de baixo peso (IMC abaixo de 20o, gravidez, lactação, doenças metabólicas e doenças que afetam o fígado, rins e doenças do sangue.

O que é o jejum intermitente?

Consiste em jejuar todos os dias por 16 horas. Isso acaba assumindo uma redução de cerca de 300-500 kcal por dia porque você tende a comer menos.

“É preciso destacar que, nesse tipo de dieta, nos horários que você não consegue comer, pode beber certos líquidos como café e água”, disse o especialista.

>>Saiba como o calor afeta os alimentos e o que fazer para evitar que estraguem

Da mesma forma, o especialista sugere que a primeira coisa a fazer é observar a forma de se alimentar e escolher um horário, levando em consideração que pode variar e se adaptar ao estilo de vida das pessoas e aos seus compromissos, frisou.

Da mesma forma, existem duas formas de organização muito fáceis e não rígidas para não quebrar e respeitar a dieta alimentar da Vale Fitness. Anote.

1. Dieta rápida 16/8: opção matinal

Se você é daqueles que gostam de tomar café da manhã bem cedo e forte, esta é a opção que você vai gostar. Você poderá comer das 10h às 18h; no resto do tempo, você jejuará. Aqui está um esboço:

>>Sanduíches: estes são os Pães mais saudáveis para equilibrar sua dieta

8h: Beba café, chá ou infusão

10h: café da manhã

14:00: Almoço

· 18h00: Lanche / Jantar

21:00: Se você estiver com fome, pode beber caldo de vegetais ou alguma infusão

2. Dieta de jejum de 16/8: opção à tarde

Se você não aguenta ir para a cama com fome, talvez goste mais desse padrão de refeições.

10h: Beba café, chá ou infusão

12h: Almoço

· 16h00: Lanche

20:00: Jantar

22h: Se você estiver com fome, pode beber um caldo de vegetais ou alguma infusão

PODE LHE INTERESSAR