Iuri Sheik confessa crime mas não dá detalhes sobre como adquiriu a arma do crime

Iuri Sheik confessa crime mas não dá detalhes sobre como adquiriu a arma do crime
Iuri Sheik confessa crime mas não dá detalhes sobre como adquiriu a arma do crime – Foto: Reprodução

Principal suspeito de ter matado o empresário Willian Oliveira, Iuri Santos Abraão, 31 anos, conhecido como ‘Iuri Sheik’, confessou o crime na manhã desta quinta-feira (27/06), durante depoimento concedido ao delegado Edílson Magalhães, titular da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Santo Antônio de Jesus) e responsável pela investigação.

Na tarde de quarta-feira (26/06), momentos após confirmada a morte da vítima, Sheik se apresentou, acompanhado de advogados, na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e seguiu para o Departamento de Polícia do Interior (Depin), na Piedade, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva.

A motivação, segundo informações preliminares, aponta para uma rixa antiga entre os grupos de amigos de Willian e de Sheik. De acordo com o delegado Magalhães, embora confessada a autoria dos disparos que mataram a vítima, o acusado não deu detalhes sobre como adquiriu a arma.

“Disse apenas que, após a fuga, descartou a arma na BR-101”.

A versão apresentada por ele e a origem da arma continuam sendo investigadas.

O caso

O crime aconteceu na noite do último domingo (23/06); no município de Santo Antônio de Jesus, a 190 km de Salvador.

Iuri Sheik teria efetuado disparos de arma de fogo contra William. O rapaz chegou a ser socorrido para o Hospital Geral, mas não resistiu e faleceu na manhã de quarta-feira (26/06).

PODE LHE INTERESSAR