INSS suspende prova de vida mais uma vez e libera pedido de prova por celular; veja como fazer

Foto: reprodução

A chamada prova de vida exigida para aposentados e pensionistas seguirem recebendo dinheiro do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS estará suspensa até maio. A medida foi adiada pelo governo Jair Bolsonaro no início da pandemia, para evitar os deslocamentos dos segurados, e deveria durar até março. Porém, nesta última  terça-feira (23), o secretário de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, anunciou a prorrogação da prova até maio.

>>Novo auxílio emergencial de R$ 300 pode ser pago em 12 parcelas; entenda

Visando compensar a prorrogação, o governo liberou para 5,3 milhões dos 36 milhões de pensionistas do INSS um projeto piloto que permite a realização da prova de vida anual por meio de aplicativo de celular. Essa prova de vida é feita por biometria facial, o que dispensa o comparecimento presencial dos segurados às agências.

Ainda segundo a equipe governista, esses dados só foram obtidos após o INSS acessar a base de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Denatran. O total de 5,3 milhões de beneficiários possuem a CNH digital ou título de eleitor com biometria e já estão recebendo mensagens do INSS por SMS e e-mail.

>>Documentos necessários para cadastrar um funcionário no eSocial

Vale lembrar que a prova de vida digital é feita somente pelo aplicativo MeuGov.br, e no app “Meu INSS” já deve constar a possibilidade de realizar a prova e o redirecionamento para o serviço.

Desenvolvido pelo Dataprev e pelo Serpro, o aplicativo vai solicitar acesso à câmera do celular, após isso irá detectar, no mesmo instante, o rosto do segurado, dessa forma a prova de vida será validada com sucesso.

Recadastramento do INSS

Por uma determinação de uma Lei, anualmente os beneficiários do INSS devem se dirigir à uma agência do INSS ou banco por qual recebe o benefício, em embaixadas, consulados ou na casa dos segurados que possuem dificuldades de locomoção para comprovar que estão vivos.

>>Mulheres de famílias inscritas no CadÚnico receberão absorvente gratuito; entenda

O beneficiário deverá apresentar um documento de identificação com foto como carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros.

Em algumas instituições, a prova poder ser realizada em terminais de autoatendimento pela tecnologia de biometria.

>>INSS: aposentados com NIS final 3 recebem salário nesta quarta-feira

O procedimento também podia ser realizado por meio de procurador, o qual deveria ir até uma agência da previdência social com um atestado médico que deve ter sido emitido ao menos em 30 dias, além de uma procuração registrada em cartório.

Os segurados que não fizerem essa comprovação dentro do prazo, tem o pagamento bloqueado, suspenso ou cessado.

Essa é uma medida feita desde 2012 pelos beneficiários para evitar fraudes no recebimento do benefício. A validade da prova de vida é de um ano.

>>Bolsa Família libera hoje pagamento no Caixa Tem para inscrito NIS final 8

A portaria ainda afirma que a suspensão da prova da vida não prejudica “a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre este Instituto e a rede bancária pagadora de benefícios, devendo a comprovação de vida junto à rede bancária ser realizada normalmente”.

>>Anvisa concede primeiro registro definitivo para vacina da Pfizer

Sobre o INSS

INSS é uma abreviação de Instituto Nacional do Seguro Social, órgão do Ministério da Economia criado por Fernando Collor de Mello em 1990 com o propósito de operacionalizar o reconhecimento dos direitos dos segurados da Previdência Social. Ele é responsável por controlar e executar o pagamento das aposentadorias, além de gerenciar os benefícios para os contribuintes da Previdência Social.

PODE LHE INTERESSAR