Inscritos do Cadastro Único também podem consultar se o CPF esta sujo e é de graça

Inscritos do Cadastro Único também podem consultar se o CPF esta sujo e é de graça
Inscritos do Cadastro Único também podem consultar se o CPF esta sujo e é de graça

Inscritos do Cadastro Único também podem consultar se o CPF esta sujo e é de graça.

Todo mundo tem (ou deveria ter) um CPF. E cada um a seu tempo e por seus motivos pode querer saber como anda o próprio nome no mercado. O caminho para isso é checar em algum serviço de proteção ao crédito. E você sabia que consultar CPF na Serasa é grátis e pode ser feito online? Pois é, até mesmo as pessoas inscritos no Cadastro Único tem acesso a essa ferramenta gratuita. Aliás, a ferramenta é aberta para a população em geral. Se você não sabia, vamos te ajudar a verificar se seu nome está sujo ou limpo e ainda consultar o seu score de crédito.

++O que o Cadastro Único pode fazer para você? Descubra seus direitos a mais de 50 benefícios

Uma das principais razões para verificar o CPF é saber se há alguma dívida ou negativação no nome. Atualmente no Brasil, cerca de 60 milhões de pessoas estão inadimplentes. Para sair dessa situação e limpar o nome, o primeiro passo é saber o tamanho da dívida e renegociar. Se essa é sua situação, você pode checar essas informações no Serasa Limpa Nome.

++Além do Auxílio, Cadastro Único tem mais 7 programas que oferece dinheiro

Com o Serasa Consumidor, você pode consultar o CPF grátis pelo celular, tanto pelo site como pelo aplicativo. Os dois caminhos são muito fáceis e rápidos. Após um cadastro simples, você recebe na mesma hora a informação sobre o seu nome no Serasa Consumidor. Se tiver alguma dívida em seu nome, o sistema indicará as empresas ou instituições relacionadas.

++CPF vira documento único e substituirá outros documentos

Como consultar CPF na Serasa online

  1. Acesse o site serasaconsumidor.com.br
  2. Digite o número do CPF na tela inicial e clique em “Consultar Agora”
  3. Preencha o cadastro, caso seja o seu primeiro acesso
  4. São solicitadas informações como CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e uma senha. Ela deve ter no mínimo oito caracteres com números e letras em minúsculo e maiúsculo.
  5. Faça a verificação
  6. Você terá duas opções para verificação e para receber um código: e-mail ou SMS no celular. Escolha uma e confirme.
  7. Etapa final! Você receberá a confirmação por e-mail ou SMS.
  8. Digite o código recebido e clique em “Confirmar código”.

++Conheça as novas propostas que vão usar Cadastro Único para liberar grana extra

Pronto! Você terá na tela as informações referentes à consulta do CPF. Se estiver com alguma pendência, você pode usar as informações para regularizar sua situação o quanto antes.

++PIS/Pasep: Saiba como utilizar o seu CPF para consultar seu saldo

Como consultar o CPF grátis pelo celular

Outra opção, além do site é o aplicativo do Serasa Consumidor. Ele é gratuito e está disponível nas lojas Google Play e App Store.

  • Na loja do seu smartphone, procure por Serasa Consumidor
  • Após o download, também será preciso fazer o cadastro (caso você ainda não tenha)
  • Se já acessou o Serasa Consumidor anteriormente, é só usar o CPF e a mesma senha

Com o aplicativo do Serasa Consumidor, você pode consultar seu CPF gratuitamente. Além disso, dá para ficar de olho no seu Serasa Score a qualquer momento. E ainda recebe um relatório completo de suas dívidas e pendências. Muita gente fica negativado por conta de dívidas antigas. Infelizmente por não acompanhar a situação do CPF com frequência. Com essas dicas, você pode pesquisar o CPF a qualquer momento com seu celular.

++Consulte situação do seu Auxílio Emergencial e evite cair no golpe do CPF

Como regularizar o CPF

Se constar alguma pendência que você não reconheça, faça um boletim de ocorrência imediatamente. Após feito isso, entre em contato com a empresa que fez a cobrança para informar sobre a possível fraude. Por fim, procure a assistência dos órgãos de defesa do consumidor em caso de recusa para limpar o seu nome.

Fonte: Com informações de JOYCE CARLA/Editora do Serasa

PODE LHE INTERESSAR