IBGE: governo autoriza concurso com 207 mil vagas para o Censo 2021

IBGE abre 200 mil vagas em concurso para Agente Censitário de nível médio
IBGE abre 200 mil vagas em concurso para Agente Censitário de nível médio – Foto: Reprodução

O Ministério da Economia autorizou a realização do concurso para mais de 207 mil vagas temporárias para trabalhar no Censo 2021 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O concurso seria realizado no ano passado, mas foi cancelado em razão da pandemia de Covid-19. Com isso, será necessário abrir um novo edital este ano.

>>Saque-aniversário do FGTS está liberado para nascidos em janeiro e fevereiro

Na última sexta-feira (dia 29), foi publicada no Diário Oficial da União a autorização para o certame. O prazo para divulgação do edital de abertura das inscrições será de até seis meses a partir da publicação da portaria, ou seja, até o final de julho. No edital, os candidatos terão acesso a informações como a banca avaliadora, salário, o prazo de inscrição, modelo de prova, requisitos, entre outros detalhamentos.

Até o momento, as informações divulgadas pela portaria do Ministério da Economia são de que a escolha dos candidatos será feita por meio de processo seletivo simplificado, e que os aprovados terão contrato de um ano, podendo ser prorrogado, se houver necessidade para a conclusão das atividades.

>>Esses cinco benefícios podem ser liberados pelo governo neste mês; confira

Os últimos editais previam a realização de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, sobre as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público, Noções de Administração/Situações Gerenciais e Conhecimentos Técnicos.

Ao todo, no concurso autorizado para este ano, serão 207.332 vagas, sendo 183.100 para a função de recenseador, 18.420 para agente censitário supervisor, 5.500 para agente censitário municipal, 180 para agente censitário de pesquisas por telefone, 120 para codificador censitário e 12 para supervisor censitário de pesquisas e codificação.

>>MEC autoriza o funcionamento de mais 4 Polos de Inovação

De acordo com o edital do concurso que foi cancelado, a remuneração do recenseador seria calculada por produção, de acordo com o setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo recenseador, de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.

>>Governo lança Registro Nacional de Veículos em Estoque; saiba como funciona

Também segundo os editais do ano passado, as remunerações para agente censitário municipal e supervisor eram de R$ 2.100 e R$ 1.700, respectivamente. Para as demais funções, ainda não haviam sido publicados editais.

A banca avaliadora do ano passado foi a Cebraspe, e a expectativa é que ela seja mantida. No entanto, a informação ainda não foi confirmada pelo Ministério da Economia ou o IBGE.

Fonte: Extra Online

PODE LHE INTERESSAR