Governo antecipa final do calendário de pagamento do PIS/Pasep 2020/2021

Abono Salarial
Foto: Divulgação/DCI

O governo federal antecipa do final do calendário de pagamentos do abono salarial do PIS/Pasep 2020/2021 (ano base 2019). A mudança foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (dia 5), por decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

De acordo com a publicação, os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em maio e junho que não possuem contas na Caixa Econômica Federal, que só receberiam o benefício no dia 17 de março, agora vão retirar o dinheiro dia 11 de fevereiro, juntamente com o grupo de nascidos em março e abril.

Já os servidores, militares e funcionários de empresas públicas sem contas no Bando do Brasil (BB) e que fazem jus ao abono do Pasep com inscrições no programa com finais 8 e 9 receberiam no dia 17 de março e, agora, também farão a retirada em 11 de fevereiro (mesmo dia dos finais 6 e 7).

Vale lembrar que aqueles que possuem contas nesses bancos têm direito ao crédito antecipado em conta, dois dias antes. Neste caso, o depósito será feito em 9 de fevereiro, de forma automática. O valor varia de R$ 92 a R$ 1.100.

Quem pode receber o PIS/PASEP?

Todos  os brasileiros que trabalharam por pelo menos 30 dias, com carteira assinada, no ano de 2019 poderão receber o abono salarial.

Além disso, o ganho deve ter sido de no máximo dois salários mínimos por mês, durante o período em exercício.

Para ter direito ao abono, é necessário também que o trabalhador esteja inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e a empresa deve ter informado os dados do empregado de forma correta ao governo brasileiro.

PIS/Pasep: projetos propõe mudanças nas datas de pagamento do abono salarial

Qual o valor?

O valor do abono a ser pago ao trabalhador varia de acordo com o tempo de trabalho indo de R$91 para R$1.100, que é o novo piso do salário mínimo neste ano de 2021.

Qual valor?

A quantia que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2019. e vai variar de R$ 91 (para quem trabalhou por um mês) a R$ 1.100 (para quem trabalhou por todos os 12 meses), conforme a proporção do salário mínimo vigente na data do pagamento.

Meses trabalhados x valor a receber

  • 1 mês – R$ 91
  • 2 meses – R$ 182
  • 3 meses – R$ 273
  • 4 meses – R$ 364
  • 5 meses – R$ 455
  • 6 meses – R$ 546
  • 7 meses – R$ 637
  • 8 meses – R$ 728
  • 9 meses – R$ 819
  • 10 meses – R$ 910
  • 11 meses – R$ 1001
  • 12 meses – R$ 1.100

Renda Brasil: abono salarial do PIS pode deixar de existir para ampliar o Bolsa Família?

Confira abaixo os calendários PIS/PASEP

O calendário de pagamento é definido de acordo com o mês de nascimento dos trabalhadores para o PIS.

Já para os Pasep (servidores públicos), o calendário é elaborado seguindo o final do seu número de inscrição.

Novo pagamento de até R$ 1.045 do PIS/Pasep: calendário e quem recebe

Como consultar – Caixa

Os trabalhadores que desejam consultar o valor do PIS disponível podem utilizar;

  • Aplicativo Caixa Trabalhador
  • Atendimento Caixa ao Cidadão (0800-7260207)
  • Site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/

Como consultar – Banco do Brasil

Já os trabalhadores do setor público podem consultar o abono salario utilizando;

  • O site do Banco do Brasil: https://www36.bb.com.br/portalbb/pasep
  • Telefones da central de atendimento BB: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800-7290001 (demais cidades) e
  • 0800-7290088 (deficientes auditivos)

PODE LHE INTERESSAR