Facebook vai remunerar bancos para incentivar transações no WhatsApp Pay

Facebook vai remunerar bancos para incentivar transações no WhatsApp Pay
Facebook vai remunerar bancos para incentivar transações no WhatsApp Pay

Facebook vai remunerar bancos para incentivar transações no WhatsApp Pay

O Facebook anunciou nesta semana uma nova função que permite enviar e receber dinheiro por meio do aplicativo de mensagens instantâneas, o WhatsApp. O serviço – nomeado WhatsApp Pay – permite que usuários realizem pagamentos na mesma facilidade que compartilham fotos e vídeos entre amigos.

>>Aposentados do INSS ganham parecer favorável para ‘revisão da vida toda’

Para incentivar a adesão de bancos e estimulá-los a fomentar o recurso no país de forma massiva, o Facebook está arcando com os custos das transações feitas na ferramenta. A remuneração, neste caso, é destinada tanto para os bancos para onde o dinheiro foi remetido quanto para as instituições destinatárias, numa espécie de intercâmbio adicional. Isso possibilita a gratuidade do serviço, que não possui nenhuma cobrança de tarifa.

Estratégia

O incentivo ao uso da ferramenta tem como objetivo atrair mais pessoas ao banco de usuários do WhatsApp Pay. A estratégia de Mark Zuckerberg consiste em trazer mais clientes para o ecossistema de pagamentos recém-lançado.

>>Comissão aprova projeto para baixa gratuita de microempresas inativas

Até o momento, não foram divulgados os valores repassados pelo Facebook aos bancos, porém, estima-se que eles variem conforme os acordos entre as operadoras dos cartões e as instituições. Sendo assim, algumas delas podem receber uma porcentagem por cada transferência, já outras quantias fixas, independente do volume de movimentações.

Tendo em vista que as transações estão habilitadas apenas de pessoa para pessoa (P2P), o retorno financeiro ao investimento feito pelo Facebook será a longo prazo. O volume de lucro deve aumentar, de fato, assim que o Banco Central autorizar as compras pelo sistema de cadastramento de cartão de crédito – no momento, são aceitas apenas ferramentas Mastercard e Visa na função débito.

>>Prouni: começa entrega de documentos para bolsas remanescentes

PODE LHE INTERESSAR