Entenda porque 11.269 famílias deixaram o Bolsa Família em 2019

Entenda porque 11.269 famílias deixaram o Bolsa Família em 2019.

Neste ano, 11.269 famílias já solicitaram o desligamento voluntário do programa Bolsa Família, segundo o Ministério da Cidadania, ou seja as pessoas saíram por conta própria.

É o caso de dona Maria do Socorro Félix, de 45 anos. Em 2005, com três filhos e desempregada, buscou o auxílio para complementar a renda da casa. Recentemente, conseguiu um emprego de doméstica com carteira assinada, na cidade de Barbalha, no Ceará. Na mesma semana, procurou o órgão responsável em sua cidade e cancelou o Bolsa Família.

“Fui muito bem beneficiada. Agora eu queria dar para outras pessoas porque, graças a Deus, estou muito feliz com meu emprego e sei que existem pessoas que precisam mais do que eu”, conta.

Entenda porque 11.269 famílias deixaram o Bolsa Família em 2019
Entenda porque 11.269 famílias deixaram o Bolsa Família em 2019 – Foto: Reprodução

 

Caso a família que solicitou o desligamento voluntário tenha uma redução na renda e volte a precisar do benefício, o processo de retorno garantido e simples.

“Se pediu o desligamento voluntário até 36 meses atrás, é só procurar o setor responsável pelo Bolsa Família na sua cidade, levar a documentação, atualizar o Cadastro Único e solicitar essa reversão do cancelamento”, explicou a diretora do Departamento de Benefícios do Ministério da Cidadania, Caroline Paranayba.

Como funciona o Bolsa Família

O Programa Bolsa Família atende a famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza. Podem fazer parte do Programa todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 89 mensais ou famílias com renda por pessoa de R$ 89,01 a R$ 178,00 que tenham crianças ou adolescentes de até 17 anos na sua composição.

Famílias beneficiadas

Atualmente cerca de 14 milhões de famílias são beneficiadas pelo programa no país; com um benefício médio mensal de R$ 188,51.  Além da renda, outros requisitos para permanecer no programa são a frequência escolar dos filhos dos beneficiários e o acompanhamento de saúde de mães e crianças.

O Ministério da Cidadania possui mecanismos de controle para manter o foco naqueles que vivem em condição de pobreza e de extrema pobreza. Por isso, periodicamente saem famílias do programa, principalmente porque não atualizaram as informações cadastrais ou porque melhoraram de renda, não se adequando mais ao perfil para receber o benefício.

Como se inscrever no Bolsa Família

Os municípios e o Distrito Federal são os responsáveis pelo cadastramento das famílias; — assim, as famílias interessadas devem ir ao Setor Responsável pelo Cadastro Único e pelo Bolsa Família em sua cidade. Em muitos locais, o cadastramento também pode ser realizado nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).

Você pode conferir as informações mais detalhadas sobre o cadastramento, os documentos que a pessoa deve apresentar e o que é considerado para o cálculo da renda familiar acessando o Cadastro Único.

Calendário de Julho – Bolsa Família 2019

  • Cartão com Final do NIS 1 – Recebe pagamento em 18/07
  • Cartão com  Final do NIS 2 – Recebe pagamento em 19/07
  • Cartão com  Final do NIS 3 – Recebe pagamento em 22/07
  • Cartão com  Final do NIS 4 – Recebe pagamento em 23/07
  • Cartão com  Final do NIS 5 – Recebe pagamento em 24/07
  • Cartão com  Final do NIS 6 – Recebe pagamento em 25/07
  • Cartão com  Final do NIS 7 – Recebe pagamento em 26/07
  • Cartão com  Final do NIS 8 – Recebe pagamento em 29/07
  • Cartão com  Final do NIS 9 – Recebe pagamento em 30/07
  • Cartão com  Final do NIS 0 – Recebe pagamento em 31/07

Calendário de pagamento do Bolsa Família 2019

Resultado de imagem para bolsa familia calendario de pagamento

PODE LHE INTERESSAR