Descubra o exercício e a alimentação ideal para emagrecer

Descubra o exercício e a alimentação ideal para emagrecer
Descubra o exercício e a alimentação ideal para emagrecer – Reprodução

Descubra o exercício e a alimentação ideal para emagrecer.

O exercício ideal para quem quer emagrecer de forma saudável deve combinar exercícios aeróbicos e anaeróbicos, para que um exercício complete o outro.

Alguns exemplos de exercícios aeróbicos são caminhar, correr, nadar ou andar de bicicleta, enquanto que alguns exemplos de exercícios anaeróbicos incluem fazer musculação ou praticar aulas de ginástica localizada.

Enquanto que os exercícios aeróbicos como caminhar ou correr, queimam mais calorias num curto espaço de tempo e melhoram o condicionamento cardiorrespiratório.

Os exercícios anaeróbicos como a musculação aumentam a massa muscular, gastam mais energia e melhoram o contorno do corpo.

Geralmente, quando o objetivo do treino é emagrecer, o ideal é fazer cerca de 20 minutos de treino aeróbico seguidos de 30 a 40 minutos de exercício localizado, como musculação.

No entanto, cada treino deve ser adaptado pelo o professor da academia, pois depende da condição física de cada pessoa.

Como treinar em casa para emagrecer

Para fazer exercícios para emagrecer em casa, é recomendado combinar exercícios aeróbicos e anaeróbicos da seguinte forma:

1. Começar por correr, caminhar, andar de bicicleta ou de patins, durante 10 a 15 minutos;

2. Fazer exercícios de ginástica localizada ou com o peso do próprio corpo durante 20 ou 30 minutos.

Para realizar os exercícios, podem também ser usados pequenos pesos que aumentam a exigência do exercício e que podem ser comprados em lojas de produtos desportivos, como Decathlon, por exemplo. Se pretende perder gordura abdominal e definir os abdominais.

Apesar de o treino em casa ser mais cômodo e econômico, se possível o ideal é treinar na academia de ginástica, para que o treino seja regularmente acompanhado e adaptado por um profissional.

O que comer para Emagrecer

Além da realização de exercício, a alimentação também é muito importante para emagrecer, especialmente antes e depois do treino.

Colocar sempre duas porções de legumes ou vegetais no prato, fazer 6 refeições por dia e retirar da alimentação doces, biscoitos, bolachas recheadas, fast-food, alimentos industrializados e frituras, são alguns hábitos alimentares que ajudam a emagrecer.

A alimentação correta ajuda a queimar gordura e aumentar a massa muscular, por isso veja as dicas sobre o que deve comer antes e depois do treino.

1. A base do almoço e do jantar são os vegetais

Os vegetais sempre devem a porção principal do almoço e do jantar, pois eles darão mais saciedade às custas de poucas calorias, ajudando a perder peso.

Além disso, eles são ricos em fibras, vitaminas e minerais, nutrientes que irão trazer benefícios como melhorar o funcionamento do intestino, deixar a flora intestinal mais saudável e estimular o metabolismo e a desintoxicação do organismo, aumentando a energia e a disposição.

2. Economize no carboidrato

Adicione apenas uma porção pequena de carboidratos, de preferência integrais, em cada refeição, como pães, massas, arroz, farofa, bolos e tapioca.

Quando possível, use truques como fazer macarrão de abobrinha ou de palmito pupunha, arroz de couve-flor ou coma apenas a salada e a proteína.

Para os lanches, 1 a 2 fatias de pão integral já é o suficiente, pois ela vai estar acompanhada de proteínas como ovo, queijo ou frango, como explica a dica número 3.

No almoço e no jantar, de 3 a 5 colheres de arroz somadas a 2 colheres de feijão também são uma boa quantidade para estimular a perda de peso.

3. Os lanches também devem ter proteínas

É muito comum a maior parte das pessoas comer apenas fruta, torradas ou pão com café nos lanches, por exemplo, mas o ideal seria variar mais e trazer proteínas também para estas refeições, pois elas gastam mais energia para serem digeridas e aumentam a saciedade.

Assim, bons exemplos de lanches são comer pão com 1 ovo e 1 fatia de queijo, tomar iogurte natural integral com algumas castanhas de caju, fazer uma crepioca ou comer 2 a 3 torradinhas com patê de frango ou de atum.

4. Coma azeite, castanhas e sementes diariamente

Esses alimentos são ricos em gorduras boas e ômega-3, que têm ação anti-inflamatório, antioxidante e aumentam a saciedade, ajudando o organismo a funcionar melhor.

Nesse grupo também estão incluídos alimentos como abacate, coco, amendoim, amêndoas, pasta de amendoim e nozes.

Para incluí-los na dieta, adicione um fio de azeite no prato do almoço e do jantar e, nos lanches, coma 1 fruta com 5 a 10 castanhas ou com uma colher rasa de pasta de amendoim.

Fazer vitaminas de abacate e usar sementes para temperar o ovo, o patê de frango e as saladas também são boas opções.

5. Fruta tem limite, não exagere

Apesar de serem saudáveis, as frutas também têm calorias e são facilmente digeridas, não trazendo tanta saciedade.

Assim, ao invés de comer 2 ou 3 frutas em uma só refeição, o melhor é comer 1 fruta com queijo assado, por exemplo, ou 1 fruta com castanhas ou iogurte natural

Pois assim adiciona-se gorduras boas e proteínas, deixando a refeição mais nutritiva.

Descubra o exercício e a alimentação ideal para emagrecer.

FONTE: Tua Saúde

PODE LHE INTERESSAR