Descubra como conseguir desconto na conta de luz todo mês

Descubra como conseguir desconto na conta de luz todo mês
Descubra como conseguir desconto na conta de luz todo mês

Descubra como conseguir desconto na conta de luz todo mês.

Com a energia elétrica tão cara em todo o Brasil, conseguir um desconto nas contas é o sonho de muitos brasileiros. Sobretudo para as famílias de baixa renda. Pensando nisso, a concessionária Neoenergia criou um projeto que dá desconto nas contas. Funciona assim: os clientes entregam materiais recicláveis para a concessionária em troca de descontos em cada conta.

>>Estado passa a adotar número de RG igual ao do CPF em novembro

A entrega dos materiais é feita em pontos determinados pela concessionária. Dessa forma, os clientes precisam sempre ficar de olho na relação dos pontos de entrega. Enquanto os clientes ganham descontos, a empresa intensifica o programa de eficiência energética.

Três estados brasileiros fazem parte do projeto Vale Luz. Além disso, a ação já arrecadou mais de 180 mil toneladas de recicláveis. O projeto atende clientes residenciais, condomínios e empresas.

>>Brasil gera 313,9 mil empregos formais, segundo dados do Caged

Estes dois últimos precisam fazer a coleta seletiva como requisito para conseguir o desconto. Para saber mais é só acessar o site da concessionária Neoenergia e preencher o cadastro nos portais das distribuidoras de energia que fazem parte do projeto.

Veja onde tem desconto

O projeto Vale Luz funciona em Bahia (Coelba), Pernambuco (Celpe) e Rio Grande do Norte (Cosern). Para conseguir o desconto é preciso se cadastrar no aplicativo Vale Luz.

Por outro lado, quem ainda não tem o cadastro, leva um documento com foto e a última conta de energia. Assim que a inscrição é feita e o material reciclável entregue, o desconto já vale automaticamente na próxima conta de luz.

>>Empresa abre processo seletivo com 74 vagas de emprego disponíveis

Recicláveis aceitos no projeto

O desconto na conta de luz vale para quem entregar recicláveis como: papel e papelão (jornais, livros, cadernos); plásticos (garrafa pet, embalagens); metal (latinhas, embalagens de desodorante); óleo vegetal (de soja, girassol e outros) e componentes eletrônicos (TVs, monitores, celulares).

Conta de energia mais cara

A falta de chuva em todo o Brasil provocou uma das maiores crises hídricas dos últimos anos, principalmente em regiões do Nordeste do país. Por isso, produzir energia elétrica ficou mais caro.

>>Trabalhe Conosco da Polishop recebe currículos para Caixa e Vendedor de Loja

Dessa forma, as concessionárias gastam mais ao usar as termelétricas na produção de energia. Sai mais caro do que a produção pelas hidrelétricas. Ao mesmo tempo, o consumidor também paga mais. É o acionamento das bandeiras tarifárias.

Fonte: Capitalist

PODE LHE INTERESSAR