Conheça o chá de Sene: Descubra se realmente ajuda emagrecer

Conheça o chá de Sene: Descubra se realmente ajuda emagrecer
Conheça o chá de Sene: Descubra se realmente ajuda emagrecer – Reprodução

Conheça o chá de Sene: Descubra se realmente ajuda emagrecer. O chá de sene é um remédio caseiro que é popularmente utilizado por pessoas que querem emagrecer rápido.

No entanto, esta planta não tem qualquer influência comprovada sobre o processo de emagrecimento e, por isso, não deve ser usada para esse efeito, especialmente se não existir supervisão por parte de um nutricionista, médico ou naturopata.

Para emagrecer, o mais importante é seguir uma dieta equilibrada e orientada por um nutricionista, assim como fazer exercício físico regular.

O uso de suplementos também pode acontecer, mas deve ser sempre orientado por um profissional de saúde especialista na área do emagrecimento, que recomende suplementos com efeito comprovado e na dose correta.

Veja também:Descubra como a gelatina te ajuda a emagrecer e ainda previne rugas

Para que serve

O sene possui propriedades laxativas, purgativas, depurativas e vermífugas e, por essa razão é muito utilizado para tratar problemas gastrointestinais, especialmente a prisão de ventre. No entanto, uma vez que deixa as fezes mais moles, também pode ser usado para aliviar o desconforto da defecação em pessoas com fissura anal e hemorroidas.

Apesar de seus benefícios, o sene deve ser utilizado com cautela e sob orientação médica, pois seu uso constante pode causar alterações da microbiota intestinal, cólicas muito fortes e até mesmo predispor ao câncer de colo retal.

Porque o sene é conhecido para emagrecer

Embora não tenha efeito comprovado para emagrecer, o uso deste chá tornou-se popular por causa de relatos que afirmam que causa uma perda rápida de peso em menos de 24 horas.

E de fato, existem pessoas que podem perder peso após seu uso, mas isso não acontece pelo processo de emagrecimento, mas sim pelo esvaziamento do intestino.

Isso acontece porque o sene é uma planta com uma ação laxante muito forte, que faz com que pessoas que sofrem de prisão de ventre consigam eliminar as fezes que foram se acumulando no intestino. Assim, quando a pessoa elimina essas fezes fica mais leve, parecendo ter perdido peso.

Além disso, também não é incomum escutar que o nutricionista receitou o uso do chá de sene para emagrecer, mas isso normalmente é feito por um período curto, de até 2 semanas, para limpar o intestino e eliminar toxinas

De forma a preparar o corpo para o novo plano alimentar, sendo que os resultados acabam vindo das alterações na dieta e não do uso do laxante.

Como o sene funciona no intestino?

O chá de sene tem um forte efeito laxante porque a planta é muito rica em senósidos do tipo A e B, substâncias que têm a capacidade de estimular o plexo mioentérico, que é responsável por aumentar a contração do intestino, empurrando as fezes para fora.

Além disso, o sene também tem uma boa quantidade de mucilagens, que acabam absorvendo a água do organismo, o que torna as fezes mais moles e fáceis de eliminar.

Veja também: Chá Detox com gengibre: Desintoxica, emagrece e mais benefíciosh

É seguro usar laxantes para emagrecer?

Os laxantes podem fazer parte do processo de emagrecimento, mas devem ser usados por curtos períodos e com supervisão de um profissional de saúde, servindo apenas para limpar o organismo de toxinas e preparar o corpo para o processo de emagrecimento.

Assim, os laxantes não devem ser usados como o principal responsável por emagrecer, já que o seu uso excessivo, ou crônico, pode causar vários problemas de saúde como:

  • Perda da capacidade para defecar: acontece porque os nervos da região perdem sua sensibilidade, ficando dependentes do uso de um laxante para provocar os movimentos intestinais;
  • Desidratação: os laxantes causam um funcionamento muito rápido do intestino, o que diminui o tempo que o corpo tem para reabsorver água, que acaba sendo eliminada em excesso com as fezes;
  • Perda de minerais importantes: junto com a água, o corpo também pode eliminar minerais em excesso, principalmente sódio e potássio, que são importantes para o funcionamento dos músculos e do coração, por exemplo;
  • Sangramento pelas fezes: é causado pela irritação excessiva do intestino pelo uso dos laxantes;

Várias destas consequências podem afetar o funcionamento dos órgãos internos, o que pode, a longo prazo, resultar em doenças cardíacas graves, colocando a vida em risco.

Dessa forma, os laxantes, de qualquer tipo, não devem ser usados para emagrecer, especialmente quando não existe supervisão por um profissional de saúde.

O sene é uma planta medicinal, também conhecida como Sena, Cássia, Cene, Lava-pratos, Mamangá, que é muito utilizada para tratar problemas intestinais devido às suas fortes propriedades laxativas e purgantes.

O nome cientifico desta planta é Senna alexandrina e pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e em algumas farmácias de manipulação. Senna alexandrina é um nome moderno que engloba dois nomes antigos do Sene, o Cassia Senna e o Cassia angustifolia.

Como fazer chá de sene

Para fazer o chá deve-se dar preferência às folhas verde de sene, pois possuem um efeito mais ativo no organismo, especialmente quando comparadas à sua versão seca. Além disso, quanto mais verde for a folha, mais forte será o efeito.

Ingredientes

  • 1 a 2 g de sopa de folhas de sene;
  • 250 ml de água fervente.

Modo de preparo

Colocar a erva numa panela ou xícara, acrescentar a água e deixar repousar por 5 minutos. Esperar esfriar um pouco, coar e beber 2 a 3 vezes ao dia, sem adicionar açúcar.

Este chá só deve ser usado até melhora dos sintomas de prisão de ventre ou por até 3 dias consecutivos.

Embora o chá seja uma opção prática de consumir sene, esta planta também pode ser encontrada sob a forma de cápsulas, que podem ser vendidas em lojas de produtos naturais e algumas farmácias

Que normalmente são ingeridas na quantidade de 1 cápsula de 100 a 300 mg por dia.

Idealmente, o sene só deve ser utilizado com orientação de um médico, fitoterapeuta ou naturopata e até uma período máximo de 7 a 10 dias consecutivos.

Se após esse período, a prisão de ventre se mantiver, é aconselhado consultar um clínico geral ou gastroenterologista.

Veja também: Dieta do vinagre faz emagrecer até 5 kg por mês – veja cardápio semanal

FONTE: Tua Saúde

PODE LHE INTERESSAR