Conheça as novas propostas que vão usar Cadastro Único para liberar grana extra

Conheça as novas propostas que vão usar Cadastro Único para liberar grana extra
Conheça as novas propostas que vão usar Cadastro Único para liberar grana extra

Conheça as novas propostas que vão usar Cadastro Único para liberar grana extra.

Quem é inscrito no Cadastro Único, e aqueles que não são, devem ficar atentos aos novos programas sociais que estão sendo criados  para ajudar a todas as pessoas de baixa renda em todo o país. O N1N selecionou as principais propostas que podem ser aprovadas e gerar uma grana estra pára quem está precisando.

>Além do Auxílio, Cadastro Único tem mais 7 programas que oferece dinheiro

Veja 7 novas propostas do Cadastro Único

1. Auxílio de R$ 70 reais para estudantes

O Novo Projeto de Lei 3815/20 cria o auxílio de R$ 70 reais para milhões estudantes matriculados na rede pública de educação básica. Pelo texto da Câmara dos Deputados, poderão receber o auxílio as famílias de alunos de ensino fundamental e médio das redes de ensino inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CADÚnico). O auxílio será concedido até o dia 31 de dezembro, limitado a uma cota por família.

>Quem é inscrito no Cadastro Único poderá ter direito a CNH gratuita

2. CNH gratuita

O Projeto de Lei 3904/19 tramita no congresso nacional e prevê liberar a CNH gratuita em todo o país para inscritos no Cadastro Único. Isto é, a Carteira Nacional de Habilitação Social deve ser oferecida de graça para toda a população baixa renda. Saiba mais detalhes.

3. Renda de R$ 522 até R$ 1.045

O Projeto de Lei 4856/19 cria o Programa “Renda Básica Universal”, com o intuito de liberar mensalmente auxílios financeiros que deverão variar de R$ 522 até R$ 1.045 (Um salário mínimo). O Renda Básica Universal será concedido a pessoas de todas as idades, porém, nem todos os cidadãos brasileiros terão direito ao auxilio financeiro. Saiba mais.

4. Galera do Cadastro Único pode ficar sem pagar energia e água

O Projeto de Lei 3641/20 isenta os consumidores beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) do pagamento da conta de luz entre 1º de julho a 31 de dezembro de 2020, em razão da pandemia do novo coronavírus. Saiba mais sobre a proposta.

>Governo simplifica pagamento da quarta e quinta parcela do auxílio – entenda

5. Novo programa Renda Brasil

Renda Brasil é o programa que o governo federal vai criar para substituir o Bolsa Família. O redesenho do programa propõe pagamento para cada beneficiários de R$ 200 a 300 reais mensais. Com isso, o benefício médio de R$ 190,16 pago pelo Bolsa atualmente subiria para R$ 232,31 pelo novo Renda Brasil.

6. BPC do Cadatsro Único

O novo Projeto de Lei (PL) 754/2020 foi apresentado no Congresso Nacional e prevê a liberação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) temporário para cidadãos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Pela proposta, que tramita na Câmara dos Deputados, as pessoas terão direito ao dinheiro enquanto durar a crise na saúde.

7. Programa Médico Solidário

O Projeto de Lei 379/20 pretende criar o Programa Médico Solidário, que será destinado a  cidadãos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. De acordo com a proposta, que tramita na Câmara dos Deputados, os médicos poderão cobrar pelas consultas. Porém, essa cobrança ficará limitada a até o dobro do valor previsto na tabela de pagamento do Sistema Único de Saúde (SUS) para a especialidade.

>Calendário da 4ª e 5ª parcela do auxílio para Cadastro Único e Bolsa Família

O que fazer para ter acesso a esses programas, caso eles seja aprovados?

Para ter direito a esses e outros benefícios, caso sejam aprovados, Inscritos do Cadastro Único, devem manter o cadastro atualizado, pois o governo utiliza esses dados para conhecer melhor as necessidades das famílias e oferecer benefícios que contribuam para a melhoria de vida de todos.

Além disso, a maioria dos programas sociais que usam o Cadastro Único só concede benefícios para as pessoas que estão com o cadastro atualizado, como é o caso do Programa Bolsa Família e da Tarifa Social de Energia Elétrica. Sempre que houver alguma mudança em sua situação financeira ou endereço, é necessário atualizar as informações.

>Projeto cria auxílio inclusão digital de R$ 70 para estudantes

O que é o Cadastro Único?

O Cadastro Único (também chamado de CadÚnico) é, como o próprio nome diz, um cadastro que reúne diversas informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza. Esses dados são usados pelos governos Federal, Estaduais e Municipais para implementar políticas públicas que ajudem essas famílias.

>Golpistas usam Cadastro Único para enganar beneficiários

Quem deve estar no Cadastro Único?

Devem se inscrever no Cadastro Único as famílias que:

  • Ganham até meio salário mínimo (R$522,50) por pessoa;
  • Ganham até 3 salários mínimos (R$3.135) de renda mensal total;
  • Tenham uma renda acima dos valores acima, mas que recebam ou pretendam receber algum programa ou benefício que usa o Cadastro Único.

Além disso, pessoas em situação de rua também devem se cadastrar – independentemente da situação familiar.

>Projeto quer liberar internet gratuita para Bolsa Família, Auxílio e CadÚnico

PODE LHE INTERESSAR