Como funciona o Cadastro Único, onde e quem pode se inscrever (dezenas de benefícios)

Como funciona o Cadastro Único, onde e quem pode se inscrever (dezenas de benefícios)
Como funciona o Cadastro Único, onde e quem pode se inscrever (dezenas de benefícios) © Lucas Cabral/PMSJC

Como funciona o Cadastro Único, onde e quem pode se inscrever (dezenas de benefícios).

O que é Cadastro Único?

O Cadastro Único é um registro que permite ao governo saber quem são e como vivem as famílias de baixa renda no Brasil.

Conheça as suspensões que vão afetar Bolsa Família e Cadastro Único durante 6 meses

Ele foi criado pelo Governo Federal, mas é operacionalizado e atualizado pelas prefeituras de forma gratuita. Ao se inscrever ou atualizar seus dados no Cadastro Único, você pode tentar participar de vários programas sociais.

Cada programa tem uma exigência diferente, mas o primeiro passo é ter sempre seu cadastro atualizado.

Isenção de pagamentos da conta de luz perde validade para Cadastro Único, Bolsa Família e BPC

Como se inscrever no Cadastro Único

O município promove visitas domiciliares às famílias de baixa renda periodicamente para efetuar o cadastramento.

Portanto a família que se enquadra nas regras do programa e ainda não está inscrita no Cadastro Único, pode procurar um CRAS – Centro de Referência em Assistência Social no município e solicitar o cadastramento.

Prefeituras utilizam Cadastro Único para pagar novos auxílios extras de até R$ 300/mês

Para que a família possa ser cadastrada, é importante:

Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Portanto, essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.

Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.

O ponto principal do Cadastro Único para receber ajuda financeira no Renda Brasil

Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Sendo assim, não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Apresentar pelo menos um documento de todas as pessoas da família:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Carteira de Trabalho; ou
  • Título de Eleitor.

Milhões de beneficiários do Cadastro Único, MEI e informais recebem auxílio hoje

É necessário ainda levar um comprovante de endereço, que pode ser conta de água ou luz. Não é obrigatório apresentar, mas ajuda no preenchimento do endereço.

Importante: após o cadastramento da família, é necessário manter os dados sempre atualizados.

Sempre que mudar algo na família, como nascimento de um filho, mudança de casa ou de trabalho ou quando alguém deixar de morar na residência, o responsável familiar deve procurar o CRAS e efetuar a atualização dos dados da família.​

Inscritos do Cadastro Único começam a receber 5ª parcela do auxílio em agosto – veja calendário

Conheça os principais programas que utilizam o Cadastro Único:

Tudo sobre Cadastro Único: como se inscrever, consultar e quem tem direito

Para saber se você está inscrito no Cadastro Único, acesse aqui

PODE LHE INTERESSAR