Clonagem do WhatsApp afeta mais de 15 mil contas por dia no Brasil

Clonagem do WhatsApp afeta mais de 15 mil contas por dia no Brasil
Clonagem do WhatsApp afeta mais de 15 mil contas por dia no Brasil. © Getty

Clonagem do WhatsApp afeta mais de 15 mil contas por dia no Brasil

No mês de setembro, 473 mil brasileiros tiveram suas contas no WhatsApp clonadas, de acordo com levantamento e projeção do dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe. O número é 25% maior do que o registrado no mês anterior, e representa mais de 15 mil vítimas por dia.
Leia também

No Brasil, o estado que mais sofre com a fraude digital é São Paulo, que teve 107 mil ataques em setembro. Depois, estão o Rio de Janeiro, com 60 mil, e Minas Gerais, com 43 mil.

+Novo golpe clona WhatsApp para tentar roubar dinheiro – veja como funciona

Clonagem do WhatsApp

A clonagem do WhatsApp se tornou um golpe muito comum aqui no Brasil. Nele, os criminosos tomam o controle da conta da vítima e, em seguida, entram em contato com amigos e familiares para pedir dinheiro.

Para tomar o controle da conta, porém, os golpistas precisam do número do celular da vítima e do código de autenticação do WhatsApp . Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, explica que isso é obtido através de uma estratégia conhecida como Engenharia Social.

+O truque para continuar vendo mensagens excluídas do WhatsApp

“A Clonagem de WhatsApp é um golpe que começa com a Engenharia Social, um método de ataque em que uma pessoa mal-intencionada faz uso da manipulação psicológica para induzir alguém a realizar ações específicas, como compartilhar informações pessoais, baixar aplicativos falsos ou abrir links maliciosos. No caso da clonagem, o cibercriminoso pede especificamente os dados pessoais, número de celular e o código de confirmação que dá acesso ao WhatsApp da vítima”, explica.

Geralmente, os golpistas já têm o número da vítima e ligam para ela fingindo ser outra pessoa para conseguir o código de autenticação do WhatsApp. Com a disseminação da fraude e o aumento do cuidado das pessoas, os criminosos têm se tornado mais criativos , inventando histórias e situações diferentes a cada golpe para obter o código que libera o acesso ao WhatsApp.

+O WhatsApp permitirá ter um fundo personalizado para cada chat

Como se proteger

Confira abaixo algumas dicas para não ter o seu WhatsApp clonado:

  • Ative a “confirmação em duas etapas” no WhatsApp. Ela permite que você crie uma senha para proteger seu aplicativo. Assim, mesmo se o criminoso tiver o seu código de autenticação, ele não consegue te clonar sem essa segunda senha. Para ativar no seu WhatsApp, vá em: Configurações > Conta > Confirmação em duas etapas;
  • Nunca compartilhe com terceiros o código de autenticação do seu WhatsApp, que chega por SMS.
  • Desconfie sempre de ligações ou contatos urgentes demais, que solicitam esse código.

+WhatsApp: recursos que chegarão antes do final de 2020

Se você já teve o seu WhatsApp clonado , porém, veja como reverter a situação:

  • Entre no WhatsApp com seu número de telefone e confirme o código de 6 dígitos que você receber via SMS.
  • Assim, qualquer outra pessoa que estiver acesso à sua conta será desconectado automaticamente;
  • Avise amigos e familiares que sua conta foi clonada, para que eles não acreditem caso alguém tente se passar por você na plataforma;
  • Se não estiver conseguindo ter o acesso à sua conta do WhatsApp , entre em contato com o suporte do aplicativo através do email: [email protected];
  • Faça um boletim de ocorrência sobre o roubo da conta.

+Truques interessantes do WhatsApp que talvez você não conheça

Fonte: Ig

PODE LHE INTERESSAR