Caixa paga hoje abono salarial para trabalhadores; veja quem tem direito

© Getty Images

A Caixa Econômica Federal paga hoje (9) o abono salarial 2020/2021 – ano-base 2019 – para os trabalhadores
nascidos no período de março a junho.

Recentemente, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) publicou, no Diário Oficial da União (DOU), a Resolução nº 895, que antecipa a data de pagamento do abono salarial. Com a decisão, os trabalhadores cujo pagamento do abono estava previsto para o mês de março estarão autorizados a efetuar o saque a partir de 9 e 11 de fevereiro de 2021. A decisão do Codefat não representa custo fiscal, uma vez que os recursos orçamentários já estão previstos.

>>Saiba como usar saldo do FGTS sem pedir demissão; confira situações

Com a medida, estarão autorizados aos saques do abono salarial do Programa Integração Social (PIS) na Caixa, além dos trabalhadores com data de nascimento nos meses de março e abril, aqueles com data de nascimento nos meses de maio de junho. E, no caso do abono salarial do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) operado pelo Banco do Brasil, além dos trabalhadores com final de inscrição 6 e 7, aqueles com final de inscrição 8 e 9.

A disponibilização do abono salarial no mês de fevereiro de 2021 permitirá o saque no dia 9 para os trabalhadores correntistas do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e, no dia 11, para os demais trabalhadores, por meio dos canais de atendimento disponíveis. A medida evita sobrecarga nos canais de acesso e busca um atendimento de qualidade.

>>Governo quer auxílio emergencial com novo nome, parcelas de R$ 200 e exigência de curso

Os valores disponibilizados ao abono salarial, neste mês de fevereiro de 2021, são da ordem de R$ 7,33 bilhões, e o conjunto de trabalhadores amparados pela autorização do Codefat é da ordem de 8,6 milhões, sendo 7,5 milhões pagos pela Caixa Econômica Federal e 1,1 milhão pelo Banco do Brasil.

Abono salarial

O abono salarial – no valor máximo de um salário mínimo anual – é disponibilizado automaticamente, todos os anos, aos trabalhadores de empresas públicas e privadas que receberam, em média, até dois salários mínimos de remuneração nos últimos 12 meses.

>>BPC: solicite o benefício pela internet seguindo esse passo a passo

Para ter direito ao abono salarial, é necessário ter trabalhado, no mínimo, 30 dias com carteira assinada nos 12 meses. No ano-base, o abono paga até cinco anos para trás, havendo envio ou ajuste na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). O valor do abono salarial é calculado com base no salário mínimo e na quantidade de meses trabalhados com carteira assinada.

Quem pode receber o PIS/PASEP?

Todos  os brasileiros que trabalharam por pelo menos 30 dias, com carteira assinada, no ano de 2019 poderão receber o abono salarial.

Além disso, o ganho deve ter sido de no máximo dois salários mínimos por mês, durante o período em exercício.

Para ter direito ao abono, é necessário também que o trabalhador esteja inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e a empresa deve ter informado os dados do empregado de forma correta ao governo brasileiro.

PIS/Pasep: projetos propõe mudanças nas datas de pagamento do abono salarial

Qual o valor?

O valor do abono a ser pago ao trabalhador varia de acordo com o tempo de trabalho indo de R$91 para R$1.100, que é o novo piso do salário mínimo neste ano de 2021.

Qual valor?

A quantia que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2019. e vai variar de R$ 91 (para quem trabalhou por um mês) a R$ 1.100 (para quem trabalhou por todos os 12 meses), conforme a proporção do salário mínimo vigente na data do pagamento.

Meses trabalhados x valor a receber

  • 1 mês – R$ 91
  • 2 meses – R$ 182
  • 3 meses – R$ 273
  • 4 meses – R$ 364
  • 5 meses – R$ 455
  • 6 meses – R$ 546
  • 7 meses – R$ 637
  • 8 meses – R$ 728
  • 9 meses – R$ 819
  • 10 meses – R$ 910
  • 11 meses – R$ 1001
  • 12 meses – R$ 1.100

Renda Brasil: abono salarial do PIS pode deixar de existir para ampliar o Bolsa Família?

Confira abaixo os calendários PIS/PASEP

O calendário de pagamento é definido de acordo com o mês de nascimento dos trabalhadores para o PIS.

Já para os Pasep (servidores públicos), o calendário é elaborado seguindo o final do seu número de inscrição.

Novo pagamento de até R$ 1.045 do PIS/Pasep: calendário e quem recebe

Como consultar – Caixa

Os trabalhadores que desejam consultar o valor do PIS disponível podem utilizar;

  • Aplicativo Caixa Trabalhador
  • Atendimento Caixa ao Cidadão (0800-7260207)
  • Site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/

Como consultar – Banco do Brasil

Já os trabalhadores do setor público podem consultar o abono salario utilizando;

  • O site do Banco do Brasil: https://www36.bb.com.br/portalbb/pasep
  • Telefones da central de atendimento BB: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800-7290001 (demais cidades) e
  • 0800-7290088 (deficientes auditivos)

PODE LHE INTERESSAR