Caixa paga auxílio emergencial a 3,3 milhões de nascidos em junho

Caixa paga auxílio emergencial a 3,3 milhões de nascidos em junho
Caixa paga auxílio emergencial a 3,3 milhões de nascidos em junho. Foto: Reprodução

Caixa paga auxílio emergencial a 3,3 milhões de nascidos em junho

A Caixa Econômica Federal deposita nesta sexta-feira (18) as parcelas dos auxílios emergencial e extensão para 3,3 milhões de beneficiários nascidos no mês de junho. A grana, já disponível pelo aplicativo Caixa Tem, pode ser usada para pagar contas de serviços essenciais e fazer compras.

O grupo dos que recebem a parcela hoje faz parte do Ciclo 6 do programa emergencial e são os últimos beneficiários aprovados pelo aplicativo da Caixa e inscritos no CadÚnico. Eles receberam a primeira parcela de R$ 600 em julho e vão ganhar tanto o auxílio normal como a segunda parcela do auxílio extra de R$ 300.

>>Senado aprova novo salário mínimo de R$ 1.088 para 2021

Do total de beneficiários, 65,6 mil receberão nesta segunda as novas parcelas do auxílio emergencial. Os demais 3,2 milhões receberão o pagamento referente ao auxílio extensão no valor de R$ 300 ou R$ 600 para mães solteiras. Durante todo o mês de dezembro, 15,8 milhões de pessoas cadastradas no programa que foram consideradas elegíveis vão receber R$ 4,1 bilhões.

>>Caixa paga auxílio para cerca de 3,4 milhões nascidos em maio

O saque em dinheiro para os nascidos em junho poderá ser realizado em 13 de janeiro de 2021. Até lá, a grana pode ser movimentada por meio do aplicativo Caixa Tem. Pelo sistema, os beneficiários conseguem pagar boletos, comprar pela internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais.

Também nesta sexta, a Caixa realiza o pagamento da quarta parcela do auxílio extensão para 1,6 milhão de os beneficiários do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 7.

>>Um quarto das riquezas brasileiras está concentrada em oito cidades; saiba quais são

Calendário

Ciclo 3: quem recebeu a primeira parcela em abril e passa a ganhar a extra de R$ 300; também inclui aqueles que estão recebendo as demais parcelas de R$ 600.
Ciclo 4: aqueles que receberam a primeira em maio e passam a ganhar a extra.
Ciclo 5: beneficiários que receberam a primeira parcela em junho.
Ciclo 6: aqueles que receberam a primeira parcela do benefício em julho.

PODE LHE INTERESSAR