Caixa lança nova linha de financiamento habitacional; conheça suas vantagens

Caixa lança nova linha de financiamento habitacional; confira vantagns © Tomaz Silva / Agência Brasil

Caixa lança nova linha de financiamento habitacional. Uma nova linha de financiamento imobiliário corrigida pela caderneta de poupança foi anunciada pela Caixa Econômica Federal. A vantagem dessa modalidade é que os juros podem ser menores em relação aos empréstimos tradicionais, uma vez que variam conforme o rendimento da poupança.

>>Desemprego chega a 13,9% em dezembro e atinge 13,4 milhões de brasileiros, diz IBGE

“Nós estamos lançando um produto muito relevante em termos imobiliários. É o quarto produto imobiliário que nós lançamos nesses dois anos. Agora, com correção pela taxa da poupança, mais um spread, ou seja, mais um percentual”, explicou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, ao fazer o anúncio.

Com essa nova modalidade, a Caixa passa a oferecer quatro opções de financiamento habitacional.

Linhas de financiamento habitacional

A Caixa já tem uma linha de financiamento imobiliário atrelada à inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais o índice de preços.

Outra linha de financiamento com taxa fixa (sem correção). Há ainda a linha tradicional, indexada à Taxa Referencial (TR).

>>ID Jovem garante meia-entrada e viagens gratuitas; saiba quem tem direito e como solicitar

“Lançamos hoje, e vale a partir do dia 1º de março, o crédito imobiliário tendo como correção a correção da poupança, mais um spread. Então, em resumo, são 4 linhas”, detalhou o presidente da Caixa. “Cada um pode ter a sua expectativa de futuro e, a partir dela, uma linha que for melhor.”

Crédito imobiliário em 2020

Segundo o presidente da Caixa, o crédito imobiliário vem crescendo no Brasil. O banco atingiu a marca de R$ 509,8 bilhões em crédito imobiliário. O montante se refere a 5,6 milhões de contratos firmados. Em 2020, foram R$ 116 bilhões contratados no setor, um crescimento de 42,4% nos últimos dois anos, com 564,6 mil novos financiamentos.

“É a maior carteira imobiliária no Brasil. Corresponde a quase 70% do mercado, com 5,6 milhões de famílias, algo muito relevante. O segmento imobiliário é o coração da Caixa Econômica Federal”, comentou Pedro Guimarães.

>>Salvador terá funcionamento restrito do comércio; veja o que muda

Produção de unidades habitacionais

O presidente da Caixa anunciou que, em 2020, a Caixa contratou a construção de 2,3 mil novos empreendimentos, somando 286,3 mil novas unidades habitacionais.

Ao todo, o banco tem 6 mil contratos de obras em execução, com um total de 786,6 mil unidades em produção. São quase 2 milhões de empregos gerados no setor. “Aqui na Caixa, o foco no imobiliário é algo fundamental. Gera resultados, gera emprego, gera um crescimento econômico sem dúvida nenhuma”, afirmou o presidente da instituição.

>>IR 2021: empresas têm até hoje para entregar informe de rendimentos

Números da caixa

Atualmente, a Caixa tem 145,5 milhões de clientes, e um saldo em depósitos na poupança em R$ 387,6 bilhões. São 4,2 mil agências espalhadas em todo o país, 13 mil lotéricas e 8,6 mil instituições correspondentes.

PODE LHE INTERESSAR