BPC altera regras para inscrição no Cadastro Único na pandemia

BPC altera regras para inscrição no Cadastro Único na pandemia
BPC altera regras para inscrição no Cadastro Único na pandemia. Foto: Reprodução

BPC altera regras para inscrição no Cadastro Único na pandemia

O cronograma de inscrições dos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) no Cadastro Único (CadÚnico), foi prorrogado por mais 60 dias. Os beneficiários nascidos de setembro a dezembro agora tem mais tempo para realizar o procedimento. No total, 244 mil pessoas estão inclusas no novo prazo.

+Tarifa Social libera descontos na conta de luz para Cadastro Único, Bolsa Família e BPC

O benefício dos usuários não será suspenso com a nova medida. Para a manutenção do pagamento, o cadastramento é item obrigatório para os beneficiários. O valor representa um salário mínimo mensal, sem direito a 13º salário.

Do total que ainda precisa se inscrever, 110 mil são idosos e outros 134 mil pessoas com deficiência.

+Criança Feliz beneficia famílias do Cadastro Único (Bolsa Família) e BPC

Segundo o Ministério da Economia, o cruzamento de dados do Instituto Nacional e Seguro Social (INSS) e do Cadastro Único mostrou que cerca de 93% dos beneficiários do BPC/Loas já estão cadastradas.

+PL elimina necessidade de autenticação de documentos em cartório

O que é o BPC/Loas

O Benefício de Prestação Continuada é para os cidadãos que têm baixa renda. O benefício representa o valor de um salário mínimo, hoje de R$ 1.045. Para requerer o BPC, basta procurar uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social

Alguns requisitos, no entanto, devem ser seguidos. Confira a seguir.

+Inscreva-se no Cadastro Único para acessar: Tarifa Social, BPC, Bolsa Família e mais

As exigências para os idosos são as seguintes:

  • critério de idade, mais de 65 anos;
  • exigência de ter renda familiar inferior a 1/4 do salário mínimo por pessoa (25%), R$ 261,25;
  • não pode receber qualquer outro benefício da Seguridade Social ou de outro regime, inclusive o seguro-desemprego;

Renda Brasil deve unir inscritos do Cadastro Único, Bolsa Família e Auxílio

As exigências para as pessoas com deficiência são:

  • estar impossibilitado de participar de forma ativa na sociedade e em igualdade de condições com as demais pessoas (precisa de perícia);
  • é preciso atender ao critério de renda mínima por pessoa da família (25% do salário mínimo), ou seja, R$ 261,25 por indivíduo da casa;

Novo calendário do Benefício de Prestação Continuada

Fonte: Terra

PODE LHE INTERESSAR