Bolsa família pode deixar de existir? Entenda o que é plano Renda Brasil

Bolsa família pode deixar de existir? Entenda o que é plano Renda Brasil
Bolsa família pode deixar de existir? Entenda o que é plano Renda Brasil

Bolsa família pode deixar de existir? Entenda o que é plano Renda Brasil.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a falar sobre o programa social Renda Brasil nesta última sexta-feira, 12 de março. Durante sua participação em um evento realizado pelo site Jota, Guedes confirmou que o Renda Brasil, programa de renda básica, vai ser concretizado. O tema, entretanto, gerou polêmica para o governo de Jair Bolsonaro em 2020.

>>Renda Brasil e Bolsa Família: ministro volta a falar em novo programa social

No dia 15 de setembro do ano passado, o presidente Bolsonaro (sem partido) usou as redes sociais para desmentir o que vinha sendo divulgado pela imprensa sobre o programa Renda Brasil, possível substituto do atual Bolsa Família. Em um vídeo, publicado no Twitter, o presidente negou que iria congelar os benefícios de idosos, pobres e pessoas com deficiência, para implementar um novo programa social de renda.

Ainda no vídeo, Bolsonaro afirmou veementemente que até 2022, em seu governo, “está proibido falar a palavra Renda Brasil” e reforçou dizendo que o Bolsa Família continuaria. Entretanto, com a nova declaração de Paulo Guedes, espera-se que Bolsonaro comente novamente sobre a proposta. Até o momento, ele não se manifestou sobre a volta do Renda Brasil.

>>Bolsa Família: Senado quer deixar programa blindado de gatilhos para corte de gastos

Quando começa o Renda Brasil?

Apesar de confirmar a retomada do plano Renda Brasil, medida que estava sendo estudada pela equipe econômica de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes não detalhou quando o programa deve realmente ser lançado, e também, em qual modelo. A ideia do Renda Brasil começou a ganhar força após a criação do auxílio emergencial em 2020. Agora, com a volta do benefício, em virtude do andamento da pandemia, não se sabe como o programa social seria implementado.

Qual valor da Renda Brasil?

Em meados de agosto de 2020, foi especulado que o benefício médio do novo programa social ficaria entre R$ 250 e R$ 300, valores acima dos R$ 190 pagos, em média, pelo Bolsa Família. Também foi dito na época, que além de contemplar os beneficiários do Bolsa, o Renda Brasil atenderia mais 8 milhões de brasileiros e brasileiras.

>>Novo pagamento do Auxílio Emergencial é confirmado; quantas parcelas serão liberadas?

Vale dizer que, pelo Bolsa Família ser muito associado ao ex-governo petista, Jair Bolsonaro, desde o início do seu mandato em janeiro de 2019, já apresentava vontades de idealizar um novo programa de transferência de renda, para reforçar a identidade do seu governo.  Entretanto, isso de fato nunca ocorreu — principalmente após Bolsonaro reafirmar que manteria o Bolsa Família.

1º pagamento do auxílio emergencial deve ficar para abril

Paulo Guedes também disse nesta última sexta (12/03), que o pagamento da primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial pode acontecer somente em abril. No entanto, a parcela será referente ao mês de março. A equipe econômica do governo Bolsonaro já afirmou que o benefício será pago por quatro meses, ou seja, quatro parcelas. Com isso, ele deve ocorrer até o mês de julho.

>>Auxílio Emergencial: esses beneficiários já podem atualizar os dados no Caixa Tem

Desta vez, os valores do auxílio emergencial vão ser de R$ 175, R$ 250 e R$ 300, dependo de acordo com a estrutura e renda familiar. Nem todos que foram contemplados pelo benefício em 2020 vão recebê-lo em 2021, a ideia é que o auxílio seja mais enxuto.

Fonte: DCI

PODE LHE INTERESSAR