Bolsa Família: beneficiário com NIS final 7 pode sacar dinheiro hoje

Programa Bolsa Família
© Shutterstock

Os pagamento do Bolsa Família paga hoje (23), aos seus beneficiários inscritos com NIS final 7. O governo federal, por meio da Caixa, divulgou o calendário completo de pagamentos ao longo de 2021. De acordo com o cronograma, os repasses tiveram início em 18 de janeiro e seguem até 23 de dezembro.

>>Prazo para instituições aderir ao Sisu é ampliado; veja cronograma

Os depósitos são feitos de acordo com o último algarismo do Número de Identificação Social (NIS). O objetivo é evitar uma grande quantidade de pessoas no mesmo dia nas agências bancárias ou lotéricas.

Calendário Bolsa Família 2021 fevereiro

Número final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 11 de fevereiro de 2021
NIS 2 12 de fevereiro de 2021
NIS 3 17 de fevereiro de 2021
NIS 4 18 de fevereiro de 2021
NIS 5 19 de fevereiro de 2021
NIS 6 22 de fevereiro de 2021
NIS 7 23 de fevereiro de 2021
NIS 8 24 de fevereiro de 2021
NIS 9 25 de fevereiro de 2021
NIS 0 26 de fevereiro de 2021

Sobre o Bolsa Família

Criado em 2013, o Bolsa Família é um programa da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc), que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Ele possui três eixos principais: complemento da renda; acesso a direitos; e articulação com outras ações a fim de estimular o desenvolvimento das famílias.

>>Esses são os direitos e vantagens ao se formalizar como MEI; confira

A gestão do Bolsa Família é descentralizada, ou seja, tanto a União, quanto os estados, o Distrito Federal e os municípios têm atribuições em sua execução. Em nível federal, o Ministério da Cidadania é o responsável pelo Programa, e a Caixa Econômica Federal é o agente que executa os pagamentos.

Cadastramento

O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no Programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o MC – Ministério da Cidadania seleciona de forma automatizada as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

Prazo para saque

Na semana passada o governo federal informou que o prazo limite de saque do recurso passará de 90 a 270 dias para que os segurados possam retirar os benefícios sem que haja a suspensão de suas contas.

Além disso, também vem sendo estudada a implementação de novos benefícios dentro do programa, com o objetivo de oferecer auxílios extras aos beneficiários.

>>PIS/PASEP faz pagamento com valor errado para 90 mil trabalhadores; veja como corrigir

As famílias beneficiárias recebem uma quantia em dinheiro e acompanhamento e, por isso, a principal regra de participação é a renda mensal por pessoa: até R$ 89,00 (situação de extrema pobreza) e a renda mensal por pessoa for de R$ 89,01 até R$ 178,00 (situação de pobreza), considerada quando a família tiver crianças ou adolescentes.

Quem estiver em algum das situações acima citada pode receber o Bolsa Família mesmo que esteja trabalhando com carteira assinada, ou se tiver alguma outra renda, ou até se for estrangeiro (a).

>>Cadastro Único: atualize sua inscrição e tenha acesso a muitos benefícios

Nova opção de recebimento

Os pagamentos do auxílio emergencial continuam sendo feitos através do cartão do Bolsa Família ou mesmo o cartão cidadão, porém, uma nova opção de recebimento está sendo implantada pela Caixa Econômica Federal: a poupança social digital.

No mês de dezembro de 2020, os beneficiários com NIS de finais 9 e 0 puderam receber o Bolsa Família pela conta poupança social digital cuja movimentação é feita no aplicativo Caixa Tem.

PODE LHE INTERESSAR