Auxílio do Bolsa Família não será dividido: valor médio pago deve chegar a R$ 1.116 reais

Auxílio do Bolsa Família não será dividido: valor médio pago deve chegar a R$ 1.116 reais
Auxílio do Bolsa Família não será dividido: valor médio pago deve chegar a R$ 1.116 reais

 

Todo mundo já sabe que o governo prorrogou o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 por mais dois meses.

A forma como as duas novas parcelas serão pagas, entretanto, é diferente – a proposta do governo é de que sejam divididos em quatro pagamentos referentes aos R$ 1.200, dois para cada parcela:

  • R$ 500 no início do mês;
  • e R$ 100 no final do mês;
  • R$ 300 no início do mês;
  • e R$ 300 no final do mês.

Cada parcela de R$ 600 deve ser dividida, portanto, em dois pagamentos mensais, com valores diferentes em cada mês.

Bolsa Família pode se unir ao PIS/Pasep e Salário-família e deve ser ampliado

E o Bolsa Família, como fica?

Acontece que os beneficiários do Programa Bolsa Família não terão o valor dividido, conforme planeja o governo para os outros beneficiários do Auxílio Emergencial.

Desta forma, quem recebe o o Bolsa Família começa a receber o dinheiro integralmente na próxima semana, conforme calendário abaixo:

Bolsa Família e Cadastro Único: tudo sobre a 4ª e 5ª parcela do Auxílio Emergencial

Calendário da quarta (4ª) parcela do Auxílio do Bolsa Família (R$ 600 reais)

  • 20 de julho de 2020: Nis final 1
  • 21 de julho de 2020: Nis final  2
  • 22 de julho de 2020: Nis final  3
  • 23 de julho de 2020: Nis final 4
  • 24 de julho de 2020: Nis final 5
  • 27 de julho de 2020: Nis final 6
  • 28 de julho de 2020: Nis final 7
  • 29 de julho de 2020: Nis final 8
  • 30 de julho de 2020: Nis final 9
  • 31 de julho de 2020: Nis final 0

Alguns beneficiários do Bolsa Família poderão receber até dois valores no Renda Brasil

Calendário da quinta (5ª) parcela do Auxílio do Bolsa Família (R$ 600 reais)

  • 18 de agosto de 2020: Nis final 1
  • 19 de agosto de 2020: Nis final  2
  • 20 de agosto de 2020: Nis final  3
  • 21 de agosto de 2020: Nis final 4
  • 24 de agosto de 2020: Nis final 5
  • 25 de agosto de 2020: Nis final 6
  • 26 de agosto de 2020: Nis final 7
  • 27 de agosto de 2020: Nis final 8
  • 28 de agosto de 2020: Nis final 9
  • 31 de agosto de 2020: Nis final 0

Se o Renda Brasil vai substituir o Bolsa Família ele também pagará décimo terceiro (13°)?

Qual o valor médio que será pago?

Com o pagamento da quarta (4ª) parcela do Auxílio Emergencial para o Bolsa Família, o programa deve fechar julho de 2020 com a marca de mais 14 milhões de famílias atendidas.

A maior parte – mais de 13,6 milhões – deve receber o recurso do auxilio destinado pelo Governo Federal para ajudar as pessoas mais vulneráveis a enfrentar a crise, em um investimento que deve superar a marca de R$ 15,2 bilhões. Cada família deve receber o valor médio de R$ 1.116,18.

Renda Brasil: dinheiro do PIS/Pasep pode ser utilizado em novo Bolsa Família – entenda

No mês passado, o Bolsa Família registrou o total de 14,281 milhões, enquanto em abril foram 14,27 milhões. Antes disso, o registro mais alto era de novembro de 2018, com 14,22 milhões de famílias atendidas.

Assim, quatro dos cinco meses com maior número de famílias beneficiadas na história do programa ocorreram na atual gestão do Governo Federal.

“Os números são a comprovação oficial de que ninguém fica para trás com o presidente Jair Bolsonaro”, disse o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Quando Bolsa Família vai liberar quarta (4ª) parcela do Auxílio Emergencial? Qual será o valor?

Quem tem direito ao auxílio emergencial do Bolsa Família?

O Auxílio Emergencial é voltado aos trabalhadores que não têm carteira assinada, especialmente aqueles que atuam na informalidade, além dos beneficiários do Bolsa Família e Cadastro Único.

Veja mais