POLÊMICA: Vídeo mostra homem sendo agredido por PM durante abordagem em Salvador

Salvador

A Polícia Militar iniciou uma investigação dentro da própria corporação, por conta de um vídeo de agressão que está circulando nas redes sociais. Os próprios parentes do homem fizeram as imagens, onde mesmo algemado, ele é agredido no rosto, repetidas vezes pelos policiais.

As agressões aconteceram durante uma abordagem, supostamente nesta segunda-feira (03/07), no bairro de Massaranduba, em Salvador, porém essa informação não foi confirmada. Segundo os moradores, são frequentes as ações violentas por parte dos policiais, principalmente os da 17ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), localizada no Uruguai.

De acordo com a Polícia Militar, no ano passado 56 inquéritos foram instaurados na corregedoria. Todos, denúncias de agressão cometidas por policiais militares. Outros 26 processos administrativos também foram abertos, por conta de lesões corporais causadas por PMs. Mas boa parte dos abusos não são denunciados por causa do medo de retaliações.

A PM orienta os cidadãos a denunciar condutas abusivas de forma anônima pelo telefone 0800 284 0011 ou pelo site da corporação, clicando no canal ouvidoria.

VEJA O VÍDEO: 
Entrevista

Em entrevista à TV Bahia, a sogra da vítima, um rapaz 31 anos, disse que a família está assustada. Segundo outra fonte, as agressões ocorreram em janeiro deste ano, mas somente agora a imagem foi divulgada pelos moradores do bairro.

Policiais são afastados

Os policiais militares envolvidos em uma agressão a um homem algemado no bairro da Massaranduba – a violência foi gravada e a imagem circula nas redes sociais – foram afastados do policiamento ostensivo e um processo administrativo disciplinar (PAD). Segundo a PM, os três policiais afastados trabalham na 17ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Uruguai).

PODE LHE INTERESSAR